Zilá enfatiza necessidade de reflexão na data em que comemoramos 83 anos da conquista do voto feminino no Brasil?

NULL
Lucas de Campos 25 fevereiro, 2015 Fonte:

Nesta terça-feira, dia 24, comemoramos oficialmente no Brasil o direito do voto feminino, assegurado no Código Eleitoral Provisório Nº 21.076 de 1932, após intensa campanha nacional.“Lutamos há muito tempo por mais espaços, que vagarosamente conquistamos. Estamos presentes em grande número no meio educacional, no mercado de trabalho e dirigindo projetos sociais nas mais diversas áreas. Porém ainda no meio político temos pouca representatividade. Não estamos presentes nos cargos diretivos, e em especial nas siglas partidárias”, explica a deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB).A tucana que é líder do PSDB na Assembleia Legislativa gaúcha, já foi prefeita e vice-prefeita em Três Passos, presidente do PSDB/RS por 3 anos, e vice-presidente da mesa diretora na ALRS no ano de 2012, defende a proposta para que existam cotas garantindo a presença das mulheres nos poderes legislativos.“Todos os países que possuem os melhores índices de igualdade entre homens e mulheres, como a Suécia e a Dinamarca, já tiveram políticas de cotas.  Hoje temos uma lei que determina a participação mínima de 30% de mulheres nas listas de candidatos de todos os partidos. Porém, devido a falta de espaço e a dificuldade de inserção nesta área, muitas siglas acabam usando o sexo feminino como laranja apenas para cumprir a legislação, sem dar as candidatas o apoio necessário para elas terem chance de serem eleitas”, enfatiza.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.