Vítima de acidente de ônibus havia perdido filho em colisão na mesma estrada

NULL
Lucas de Campos 7 janeiro, 2015 Fonte:

Nair dos Santos Silva, 69 anos, amargou em 2011 a perda do filho Matusalém na ERS-030. Na tragédia de terça-feira, ela e a filha Priscila foram vítimas

Nair dos Santos Silva, 69 anos, morta no acidente de ônibus nesta terça-feira na ERS-030, em Glorinha, havia perdido um filho na mesma estrada há cerca de quatro anos. Matusalém da Silva Martins, 46 anos, foi vítima de uma colisão entre carro e caminhonete em maio de 2011. O acidente ocorreu no km 48 da rodovia, a quase 30 quilômetros do ponto onde o ônibus da Unesul tombou. 

Na tarde desta terça, a mulher pegou o coletivo na companhia de uma das filhas, Priscila Silva Barbosa, 28 anos, que também morreu no local. De acordo com Márcio Alves Silva, sobrinho de Nair, elas viajavam para Gravataí, onde costumavam fazer compras, e retornariam no mesmo dia para Santo Antônio da Patrulha, cidade em que moravam.

Nair era viúva, dona de casa e teve cinco filhos — dos quais, apenas dois estão vivos. Natural de Porto Alegre, mudou-se para Santo Antônio da Patrulha logo após Priscila nascer.

Priscila era a filha caçula e, segundo Márcio, tinha dificuldades de aprendizagem:

— Ela foi uma criança especial, não conseguiu dar continuidade aos estudos e dependia da mãe para viver. Em função disso, a Nair não saía muito de casa. Era uma mãe zelosa, que dedicou a vida para criar os seus filhos. E agora, sua neta, pois Priscila tinha uma filha de 8 anos, que havia ficado com uma tia na tarde de terça.

De acordo com a funerária Santa Rita, o velório de Nair e Priscila deve ocorrer a partir do início da tarde desta quarta na capela lateral do Cemitério Municipal de Santo Antônio da Patrulha.

Fonte:  Zero Hora

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.