Viagem Segura de Dia dos Pais reforça fiscalização de sexta-feira a domingo

Foto: Palácio Piratini/Arquivo
Sepé Tiaraju 10 agosto, 2018 Fonte: Palácio Piratini

O Dia dos Pais movimenta muita gente que se desloca pelas estradas por todos os pontos do estado. Com a média de uma morte no trânsito a cada três horas e vinte e cinco minutos, a data mobiliza as autoridades, que realizam, a partir da zero hora desta sexta-feira (10), a 91ª edição da Operação Viagem Segura. A fiscalização concentrada se estende por três dias, até a meia-noite de domingo (12).

A reunião preparatória aconteceu na terça-feira (7), no Círculo Militar, em Porto Alegre, sob a coordenação do DetranRS, que apresentou dados estatísticos de infrações de trânsito e de acidentalidade com vítimas fatais nas Operações Viagem Segura anteriores. A análise aponta que o Dia dos Pais ocupa a segunda posição no ranking de acidentalidade em feriados e datas festivas, com média de 7,2 óbitos por dia de Operação Viagem Segura, atrás apenas do Dia das Mães (8,3 óbitos/dia).

Confira os dados dos anos anteriores aqui.

Uma análise da data nos últimos 11 anos aponta um pico de acidentalidade fatal em 2012, quando morreram 33 pessoas em três dias. A menor média histórica foi em 2016 (3,3 mortes/dia), mas voltou a subir em 2017 (média de 8,7 mortes/dia). Nos últimos dez anos, 236 vidas foram perdidas no fim de semana de Dia dos Pais.

Quando se observa a distribuição das mortes pelos três dias de deslocamentos (sextas, sábados e domingos) de 2007 a 2017, destaca-se o sábado como o período de maior concentração de mortes – 9,3 em média, contra 6,2 na sexta-feira, e 8,1 no próprio domingo. A noite concentra a acidentalidade fatal nos três dias, superando as manhãs, tardes e madrugadas por larga margem.

Essas mortes aconteceram predominantemente nas rodovias (71%), sendo 40% em federais e 31% em estaduais. Vinte e uma vidas foram perdidas no município de Porto Alegre. Passo Fundo também foi destaque negativo nesse ranking, com 14 óbitos, seguido por Rio Grande e Pelotas, com oito mortes cada um. Dentre as rodovias, as que registraram maior acidentalidade fatal foram a BR 116 (20 óbitos), a BR 386 e a BR 290 (18 óbitos cada uma) e a BR 285 (17 óbitos).

Sobre a Viagem Segura

Um dos principais programas de segurança no trânsito do estado, a Operação Viagem Segura reúne órgãos de fiscalização e instituições parceiras para prevenir acidentes nos feriados e principais datas comemorativas. Polícia Rodoviária Federal (PRF), Brigada Militar (BM), Comando Rodoviário da BM (CRBM), DetranRS e Polícia Civil reforçam a fiscalização e promovem ações de conscientização com o apoio da ANTT, DNIT, Cetran/RS, DAER, EGR, Metroplan e Famurs, além de representantes da sociedade civil organizada, como o Lions Club e o Instituto Zero Acidente.

Desde o feriado de Proclamação da Republica de 2011 já foram realizadas 90 operações, com mais de 5,3 milhões de veículos fiscalizados e 200,9 mil testes de etilômetro realizados. Foram registradas mais de 939,5 mil infrações, sendo 18,5 mil autuações por embriaguez, incluindo as recusas ao teste do bafômetro. A fiscalização também recolheu 88,6 mil veículos e mais de 24,1 mil CNHs.

Além do Detran-RS, participaram do encontro no Círculo Militar representantes da Autarquia, Brigada Militar e seu Comando Rodoviário, Polícia Civil, ANTT, Cetran/RS, EGR, Metroplan, Famurs, órgãos de trânsito dos municípios de Porto Alegre (EPTC), Cachoeirinha, Gravataí e Guaíba, além do Lions Club.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 agosto, 2018

    Veículo capota na ERS 342 em Independência

    Na madrugada de domingo, 19, um veículo Renault Senic saiu da pista e capotou na ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 agosto, 2018

    Três pessoas morrem em acidente sobre ponte na ERS 223

    Um acidente sobre a ponte do Rio Colorado, na ERS 223, entre Tapera e Selbach, ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 agosto, 2018

    Dois veículos colidem na BR 285 em Coronel Barros

    Dois veículos colidiram na BR 285 no início da manhã deste sábado (18), no município ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.