Vereadores pedem atenção de Ministro às obras do Aeroporto

NULL
Lucas de Campos 23 outubro, 2015 Fonte:

A mobilização política para agilizar a obra do Aeroporto de Santo Ângelo ganhou mais um aliado. Na última terça-feira, dia 20, o Ministro-Chefe da Secretaria da Aviação Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, recebeu, do Presidente do Legislativo Municipal, Pedro Waszkiewicz – Pedrão (SDD) e dos vereadores André Marques (SDD) e Vinícius Makvitz (PMDB) documento que detalha informações sobre a atual situação das obras no local.

O encontro ocorreu na Assembleia Legislativa, após a solenidade em que o Ministro foi homenageado com a Medalha do Mérito Farroupilha.  Conforme explicou Pedrão, o momento possibilitou a explanação dos fatos e a garantia de que a União voltará suas atenções para o município. “Nosso objetivo foi apresentar a Padilha a real situação do nosso aeroporto, que está inoperante por conta das obras que não tem avançado”, explicou o Presidente do Legislativo Municipal.

Ao falar sobre a iniciativa, o vereador Makvitz, destacou que Padilha demonstrou preocupação e confirmou empenho pessoal para que haja o desentrave das obras, “O município, assim como a região, tem sofrido grandes prejuízos econômicos por conta da inoperância do nosso aeroporto”, destacou Makvitz.

Prazo para entrega das Obras

O prazo para entrega para as finalizações das obras do aeroporto é dezembro, mas levando em consideração o estágio atual das obras os vereadores não acreditam que este prazo seja cumprido. Para eles somente uma intervenção da União acabaria com as prorrogações da empreiteira.

A reforma está sendo financiada com recursos do programa Federal de Auxílio a Aeroportos (Profaa) por meio de convênio com o Governo do Estado. Conforme destacaram os edis, todas as intervenções previstas no projeto já deveriam estar concluídas em outubro do ano passado. “Chegamos ao prazo limite. Precisamos de uma posição mais decisiva do governo, nosso aeroporto possui uma importância estratégica para o desenvolvimento local e regional. A sua não operacionalização dificulta e até inviabiliza alguns investimentos na região”, concluiu o presidente Pedrão.

A revitalização da pista que se arrasta por quase dois anos, num cenário repleto de indefinições. No final do ano passado, o Departamento Aeroportuário da Seinfra suspendeu a pavimentação, visando aguardar análise da qualidade do asfalto. 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.