STF recebe depoimentos de três deputados gaúchos do PP

NULL
Lucas de Campos 18 abril, 2015 Fonte:

Os esclarecimentos foram prestados pelos parlamentares Luiz Carlos Heinze, Renato Molling e Jerônimo Goergen, na última semana, em um dos inquéritos da Operação Lava-Jato, que investiga suposto esquema de pagamento de propina com recursos de contratos da Petrobras. As informações foram divulgadas pelo Jornal da GloboEm depoimento prestado em 10 de abril, o deputado Luiz Carlos Heinze disse que “já tinha ouvido falar de esquemas de corrupção dentro do partido”. Heinze, no entanto, negou participação no suposto esquema e disse não saber quem participava.Além de Heinze, também foram ouvidos pela PF os deputados Renato Molling e Jerônimo Goergen. No depoimento de Renato Molling, do último dia 8, o deputado também negou conhecer o doleiro Alberto Youssef e disse que seu nome “foi usado indevidamente por alguém do partido que queria receber propina, que mantinha relações institucionais com os líderes do PP”, segundo a PF. Jerônimo Goergen disse que não conhece o doleiro, negou encontro com Paulo Roberto Costa e negou envolvimento em esquema. No depoimento, o parlamentar disse que não “não havia democracia interna no PP” “e que poucos tomavam decisões” na sigla.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.