Soja tem recuperação em Chicago e mercado opera com ganhos de dois dígitos, testando os US$ 9,60

NULL
Lucas de Campos 14 abril, 2015 Fonte:

Depois de três sessões consecutivas, o mercado internacional da soja volta a subir nesta terça-feira e, por volta das 11h40 (horário de Brasília), já registrava altas de dois dígitos entre os principais vencimentos. Os futuros da oleaginosa, dessa forma, já tentavam se consolidar acima do patamar dos US$ 9,60 por bushel, principalmente nas posições mais próximas. 

Para o analista de mercado MGS Rural, de Ivaiporã/PR, o mercado se comporta de forma técnica nesta sessão, influenciado, principalmente pela baixa do dólar index frente a uma cesta de importantes moedas, bem como pela baixa do petróleo, o que incentiva os investidores a buscarem ativos mais arriscados, como as commodities agrícolas, por exemplo. “Nesse caso, o avanço na CBOT é um visto como um fator técnico”, diz. 

A baixa do dólar frente ao real e demais divisas emergentes também favorece o cenário para as altas. No Brasil, a moeda americana, por volta de 11h50, perdia 0,96%, valendo R$ 3,093. Um dos fatores de pressão sobre o dólar no Brasil, segundo explicam analistas, é o fato de os investidores olharem com mais otimismo a definição de uma data para a divulgação do balanço da Petrobras. No cenário externo, o movimento também mostra um mercado financeiro mais tranquilo. 

No Brasil, o preço da soja no porto de Paranaguá já apresenta um leve valorização em relação ao valor praticado e valia, perto de meio-dia, R$ 68,00 por saca, entrega maio/15. Em Rio Grande, manuntenção nos R$ 69,00. Paralelamente, os prêmios no terminal paraense registravam mais um dia de altas e já apresentavam valores superiores a 50 cents de dólar sobre os valores praticados em Chicago para as primeiras posições de entrega. Nos últimos dias, esses valores se mostravam entre 42 e 44 centavos. 

Fonte: Notícias Agrícolas
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.