Soja tem conjunto de fatores positivos e fecha o dia com fortes altas na Bolsa de Chicago

NULL
Lucas de Campos 3 junho, 2015 Fonte:

Com suporte na desvalorização do dólar frente às principais moedas internacionais – inclusive ao real – e no clima mais úmido no Meio-Oeste americano, os futuros da soja fecharam a sessão desta terça-feira com forte alta na Bolsa de Chicago. Os principais vencimentos encerraram o dia com mais de 14 pontos positivos, o julho/15 valendo US$ 9,40 e o novembro/15, referência para a safra dos EUA, US$ 9,17 por bushel. 

No Brasil, apesar das boas altas registradas em Chicago, os preços apresentaram uma manutenção e registraram pequenas baixas nos portos em função da baixa do dólar. A divisa perdeu mais de 1% nesta terça-feira e terminou o dia com R$ 3,1346. 

Assim, em Rio Grande, a soja disponível terminou o dia com R$ 68,50 por saca, estável e, em Paranaguá, baixa de 0,73% para R$ 68,00. Já para a safra 2015/16, os preços fecharam com R$ 73,50 e R$ 72,00, respectivamente. No interior do país, as mudanças também não foram muito severas. 

Bolsa de Chicago –  O mercado internacional da oleaginosa trabalhou durante toda a sessão em campo positivo e foi, ao longo dos negócios, intensificando suas altas para ganhos de dois dígitos e recuperando alguns patamares importantes para as cotações. Entretanto, analistas e consultores ainda afirmam que os fundamentos da safra 2015/16 dos EUA seguem baixistas e ainda pesando sobre os preços. 

Como explicou o analista de mercado do site internacional Farm Futures, Bob Burgdorfer, \\\\\\\”a maior perda diária do dólar (frente à cesta das principais moedas) desde 2011 motivou as compras (por parte dos fundos) no mercado de grãos e soja nesta terça-feira, com a oleaginosa e o trigo fechando o dia com altas de dois dígitos\\\\\\\”.

Complementando o cenário positivo para os preços em Chicago nesta terça-feira entrou em cena algumas preocupações sobre as condições climáticas nos Estados Unidos, segundo o consultor de mercado Vlamir Brandalizze, da Brandalizze Consulting. Há um excesso de chuvas em regiões importantes de produção no Corn Belt e novas previsões indicam que o quadro pode se manter em algumas localidades para os próximos dias. 

Para estados como Iowa, por exemplo, que é um dos maiores produtores de soja do país, os mapas de clima começaram a indicar o risco de inundações ainda nesta semana, além de tempestades para o Nebraska na quinta-feira (4). Além disso, um mapa do NOAA – o departamento climático oficial do governo dos EUA – mostrou que a região do Meio Oeste, no período de 8 a 14 de junho, tem de 50 a 60% de probabilidade de registrar chuvas acima do normal para a época. 

\"\\"\\\\"Mapa\\"\"

Ainda segundo Brandalizze, caso essas condições se confirmem e se estendam, o mercado poderia encontrar fôlego para dar continuidade à algumas novas altas. Entretanto, caso o quadro seja revertido, voltam a predominar as expectativas de uma grande safra vinda dos Estados Unidos e a espera por um bom desenvolvimento dos trabalhos de campo. O último boletim de acompanhamento de safras do USDA mostrou que, até domingo (1), já havia 71% da área de soja plantada, número que ficou ligeiramente abaixo dos 75% registrados no mesmo período de 2014. No próximo, o departamento já trará os índices das condições das lavouras. 

O consultor da Brandalizze Consulting explica ainda que, o mercado vê a necessidade de se ajustar diante do comportamento dos produtores norte-americanos que precisam de um ambiente mais favorável para voltar a vender a soja da safra que está sendo plantada. 

\\\\\\\”O mercado, com os atuais patamares de preços, está observando uma ausência de vendedores no físico, e precisa se ajustar a isso em um nível mínimo que estimule os produtores a voltarem a participar dos negócios\\\\\\\”, explica. E esses níveis, de acordo com Brandalizze, têm a meta de alcançar algo entre US$ 10,40 e US$ 10,50, ao unir valores em Chicago mais os prêmios no Golfo do México, o que não tem sido alcançado. 

Paralelamente, Vlamir Brandalizze afirmou ainda que os números que mostraram um volume recorde de soja exportado pelo Brasil em maio, divulgado nesta segunda-feira, também favoreceram o terreno de alta para os preços na CBOT. \\\\\\\”O relatório de maio que mostrou que o Brasil exportou um recorde de 9,34 milhões de toneladas de soja mostrou que ainda há uma forte demanda mundial no mercado\\\\\\\”, disse. 

Veja como fecharam as cotações completas nesta terça-feira:

\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Soja – Mercado Físico – IEAFonte: IEA – Instituto de Economia Agrícola
Praça – São Paulo Preço (R$/sc 60kg) Variação (%)
Assis 55,68 -8,07
Avaré 63,01 0,00
Barretos 55,00 0,00
Itapetininga 63,00 0,00
Itapeva 62,52 +6,65
Jaboticabal 57,64 0,00
Orlândia s/ cotação
São João da Boa Vista s/ cotação
Ver histórico Fechamento: 03/06/2015
\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Farelo de SojaFonte: Clicmercado
Data Cotação Atual
02/06/15 R$ 1.010,00 / t
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Contrato – Mês Fechamento – (US$/ton) Variação (cents/US$) Variação (%)
Julho/15 301,80 +5,20 +1,75
Agosto/15 296,50 +5,20 +1,79
Setembro/15 293,80 +5,50 +1,91
Outubro/15 291,50 +5,40 +1,89
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
País Preço (US$ / ton) Variação (%)
EUA 336,97 +0,29
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Data Valor R$/ Saca de 60 kg Variação (%)
02/06/15 62,56 +0,16
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Data Valor R$ Variação (%)
02/06/2015 67,48 +0,04
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Contrato – Mês Fechamento (US$/lb) Variação (cents/US$) Variação (%)
Julho/15 0,3417 -0,34 -0,99
Agosto/15 0,3418 -0,33 -0,96
Setembro/15 0,3419 -0,33 -0,96
Outubro/15 0,3417 -0,30 -0,87
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
País Preço (US$ / ton) Variação (%)
Argentina 736,00 +3,95
EUA 734,79 +3,96
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Prêmio Soja Paranaguá/PRFonte: SIM Consult
Mês Prêmio Variação %
Junho/15 +0,56 0,00
Julho/15 +0,60 +1,69
Agosto/15 +0,78 +1,30
Setembro/15 +0,95 0,00
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Contrato – Mês Fechamento (US$ / saca 60 kg) Variação (%)
s/ cotação
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Contrato – Mês Fechamento (US$ / Bushel) Variação (cents/US$) Variação (%)
Julho/15 9,4075 +14,75 +1,59
Agosto/15 9,2750 +14,50 +1,59
Setembro/15 9,1725 +15,75 +1,75
Novembro/15 9,1700 +15,75 +1,75
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
País Preço (US$ / ton) Variação (%)
Argentina 355,00 +1,14
EUA 343,19 +0,86
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Estado Preço (R$/sc 60kg) Variação (%)
GO 55,00 0,00
MS 56,20 +0,90
MT 57,00 0,00
PR 57,00 +0,30
RS 58,38 0,00
SC 57,00 0,00
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Soja – Mercado Físico – IMEAFonte: Imea – Instituto Mato-grossense de Economia Aplicada
Praça Compra (R$/sc 60kg) Variação (%) Venda (R$/sc 60kg) Variação (%)
Campo Verde 56,00 0,00 57,50 0,00
Canarana 53,50 0,00 55,50 0,00
Sorriso 52,60 0,00 53,60 0,00
Lucas do Rio Verde 52,00 0,00 53,75 0,00
Sapezal s/ cotação s/ cotação
Primavera do Leste 56,00 0,00 57,50 0,00
Rondonópolis 57,00 0,00 58,50 0,00
Alto Araguaia 56,80 0,00 58,30 0,00
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Soja – Mercado Físico – MSFonte: Granos corretora
Praça Preço (R$/sc 60kg) Variação (%)
Caarapó 57,00 0,00
Campo Grande 56,00 0,00
Chapadão do Sul 56,00 0,00
Dourados 57,00 0,00
Maracaju 56,00 0,00
Ponta Porã 55,00 -0,90
São Gabriel do Oeste 55,00 0,00
Sidrolândia 56,00 0,00
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Praça Preço (R$/sc 60kg) Variação (%)
Não-Me-Toque/RS (Cotrijal) 58,00 0,00
Ubiratã/PR (Coagru) 57,50 +0,88
Londrina/PR (Integrada) 57,50 +0,88
Cascavel/PR (Coopavel) 57,50 +0,88
Tangará da Serra/MT (Cooperpolo) 54,00 0,00
Campo Novo do Parecis/MT (Cooperpolo) 53,00 0,00
São Gabriel do Oeste/MS (Cooperoeste) 56,00 +1,82
Luís Eduardo Magalhães/BA (CottonClass) 57,00 0,00
Jataí/GO (Sindicato) 55,00 0,00
Porto Paranaguá (Intertrading) 68,00 (disponível) -0,73
Porto Paranaguá (Intertrading) 72,00 (março/16) 0,00
Porto Rio Grande (GS Corretora) 68,50 (disponível) 0,00
Porto Rio Grande (GS Corretora) 73,50 (maio/16) -0,41
Santos/SP (Granos Corretora) s/ cotação
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
\"\\"\\\\"\\\\"\\"\" Soja – Mercado Físico – Valor RuralFonte: Valor Rural (www.fazendeiro.com.br)
Praça Preço (R$/sc 60kg) Variação (%)
Avaré/SP 63,01 0,00
Itapetininga/SP 63,00 0,00
Campo Mourão/PR 57,00 0,00
Cascavel/PR 57,00 0,00
Francisco Beltrão/PR 56,50 0,00
Ijuí/RS 58,50 0,00
Júlio de Castilhos/RS 58,50 0,00
São Lourenço do Sul/RS 61,50 0,00
São Miguel do Oeste/SC 57,00 0,00
Ver histórico Fechamento: 02/06/2015
Estado Preço (R$ / t) Variação (%)
BA 950,00 -1,04
GO 950,00 0,00
MS 950,00 -1,04
MT 950,00 +9,20
PI 950,00 -1,04
PR 970,00 +1,04
RS 1100,00 +4,76
SP 1020,00 +4,08
Ver histórico Fechamento: 28/05/2015
Estado Preço (R$ / t) Variação (%)
BA 2370,00 +21,35
GO 2370,00 -13,27
MS 2370,00 -13,27
MT 2370,00 -13,27
PI 2370,00 -13,27
PR 2370,00 +6,04
RS 2500,00 0,00
SP 2370,00 -13,27
Ver histórico Fechamento: 28/05/2015
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.