Soja: Mercado sobe em Chicago nesta 4ª feira ainda refletindo os últimos números do USDA

Os preços da soja fecharam em baixa na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira.
bernardi 11 abril, 2018 Fonte: NOTÍCIAS AGRÍCOLAS/CARLA MENDES

Após encerrar a sessão anterior com estabilidade, os preços da soja voltam a subir na Bolsa de Chicago nesta quarta-feira (11). Os futuros da commodity, por volta de 7h50 (horário de Brasília), registravam altas de 5,50 a 7,50 pontos, com o maio/18 sendo cotado aos US$ 10,57 por bushel.

Segundo explicam analistas internacionais, o mercado ainda reage aos últimos números trazidos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) em seu boletim mensal de oferta e demanda trazido ontem. A redução dos estoques finais norte-americanos de soja, bem como os globais, dá espaço para esse avanço das cotações, tal qual um corte de 7 milhões de toneladas na produção da Argentina e de 6 milhões na safra mundial.

Assim, como explicam os especialistas, diante destes números menores e de uma demanda que segue crescendo, as preocupações com a nova safra norte-americana, portanto, são maiores e já estimulam mais especulações entre os traders da CBOT.

Ao mesmo tempo, a disputa comercial que segue entre China e Estados Unidos continua atuando sobre a formação das cotações, o que acaba tirando parte de força de números como os trazidos pelo USDA ontem.

“Os mercados de grãos estão procurando por pelo novo catalisador que irá direcionar os preços. Será clima, política, demanda ou preocupação com os estoques?”, diz o boletim diário da consultoria Allendale, Inc. “Com os dados do USDA já conhecidos, os futuros dos grãos e da oleaginosa terão de se focar em outros fatores. Afinal, os rallies de preços serão o que fará os produtores americanos semeares mais acres de soja ou de milho a partir de agora”, completa o reporte.

O mercado já sabe também que a questão climática no Corn Belt nos próximos meses será o acelerador da volatilidade dos negócios em Chicago, principalmente as especulações sobre um possível atraso do início do plantio que já começa a ser discutido.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 13 julho, 2018

    Disputa comercial entre China e EUA pode beneficiar soja brasileira

    Em resposta à sobretaxa imposta pelos Estados Unidos a produtos chineses, o país asiático anunciou ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 11 julho, 2018

    Recursos da Consulta Popular para agricultura familiar crescem 33%

    Os recursos da Consulta Popular para programas que fortalecem a agricultura familiar e ampliam a ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2018

    Conab: safra de grãos deve cair 3,9%, mas será a 2ª maior da história

    A colheita de grãos do país na safra 2017/2018 deve chegar a 228,5 milhões de ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.