Sindilojas participará do dia Nacional da Liberdade de Impostos

NULL
Lucas de Campos 15 maio, 2015 Fonte:

A alta carga tributária tem estado na pauta do comércio varejista e mobilizado ações nacionais. A entidade organiza sua participação no Dia de Mobilização Nacional do Respeito ao Contribuinte e Liberdade do Imposto, que em 2015 está marcado para o dia 22 de maio.Em 2014, durante o 30º Congresso Nacional de Sindicatos Patronais do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, empresários do setor tomaram as ruas de Belo Horizonte, MG, mostrando a contrariedade ao regime de tributação em vigor no Brasil, abrangendo a substituição tributária, a desoneração fiscal e o Simples Nacional.Em 2015, lideranças voltam a focar suas ações para este tema: a alta carga tributária paga pelas empresas tem liderado os encontros da Fecomércio e dos Sindicatos Patronais. Foi assunto, em abril de 2015, do Giro Pelo Rio Grande, em Santa Rosa, e agora, volta ser assunto tema de reuniões e discussões. Empresários do setor varejista vão a Câmara Municipal de Vereadores, em Santo Ângelo, na próxima segunda-feira, dia 18 de maio, a partir das 17h40min, para falar sobre o tema tributação. Eles querem chamar a atenção das empresas para a mobilização nacional. A data, criada em 2010 através da lei 12.352, vai marcar mobilizações em todo País, e mobilizar centenas de entidades.De acordo com o vice-presidente do Sindilojas Missões, e representante da comissão Eventos e Promoções, Estevão Moor, a entidade está engajada em apoiar algumas ações pontuais que serão realizadas em Santo Ângelo. Mas, também, dará continuidade às ações que já fazem parte da pauta de reivindicações defendida pelo Sistema Fecomércio. AA vice-presidente, Loiva Kaiser, disse que a meta é mobilizar aos empresários locais, para que no próximo dia 22 de maio, enquanto o Brasil vive um dia de mobilização, as empresas representadas pelo Sindilojas apresentem algum desconto referente à dedução do imposto de pelo menos uma mercadoria para o consumidor, como ato de protesto. “A meta é, tal qual fizemos em 2014, mostrar quanto custa na realidade um produto e quanto pagamos de imposto”, destaca.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.