Senado adia votação que pode anular decreto de armas para semana que vem

Sepé Tiaraju 13 junho, 2019 Fonte: Correio do Povo

Os projetos que tentam anular o decreto de armas assinado pelo presidente Jair Bolsonaro devem ser votados pelo plenário do Senado na semana que vem. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) rejeitou mais cedo um relatório favorável ao decreto. Parlamentares contrários ao que Bolsonaro assinou queriam levar o tema para plenário no mesmo dia, calculando que havia votos para impor uma derrota ao governo.

Após acordo, no entanto, os projetos não serão analisados nesta quarta-feira, mas apenas na próxima terça-feira. O prazo dá mais tempo para o governo buscar votos, já que a votação na CCJ sinalizou ambiente para cancelar o decreto presidencial.
Os projetos ainda precisam passar pela Câmara dos Deputados depois do Senado.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 11 julho, 2019

    Câmara aprova texto-base da reforma da Previdência

    Depois de oito horas de debates, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou, em primeiro ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2019

    Bolsonaro diz que indicará evangélico para Supremo Tribunal Federal

    O presidente Jair Bolsonaro afirmou que indicará um ministro evangélico para o Supremo Tribunal Federal ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2019

    Câmara inicia votação da reforma da Previdência na manhã desta quarta

    A Câmara dos Deputados encerrou a fase de discussão da reforma da Previdência (PEC 6/19) ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.