Sem casa, sem emprego e sem rumo

João Fernandes, de 53 anos, desempregado, vive embaixo de árvores no bairro Meller Norte (Cristiano Devicari/AT)
Sepé Tiaraju 3 maio, 2018 Fonte: A Tribuna

Uma cena chama a atenção dos moradores do bairro Meller Norte. Quem passa na rua Nicolau Leite de Oliveira pode acompanhar o drama de João Fernandes, 53 anos, que mora embaixo de duas árvores completamente exposto ao tempo, desamparado, sem  rumo.

O desempregado tem apenas um sofá, um par de chinelo, um par de tênis, um acolchoado, e alguns utensílios doados por aqueles que passam no local e ficam comovidos com a difícil situação do morador de rua.

João conta que é natural de Cerro Largo e veio de São Luiz Gonzaga há seis anos para Santo Ângelo. “Eu trabalhava aqui na cidade como servente de pedreiro. Fiquei desempregado e passei a viver de biscate fazendo podas de árvores, corte de grama e limpeza de pátio. Sem dinheiro para pagar o aluguel acabei sendo despejado casa onde morava na rua Coimbra próximo ao local em que estou acampado”, diz.

Bastante abatido, diz que está dependendo da solidariedade da vizinhança bastante comovida com a sua situação. “Eu nunca imaginei que um dia estaria numa situação como essa. È muito humilhante o que eu estou passando”, conta.

João Fernandes toma medicação controlada e faz tratamento no CAPs (Centro de Atenção Psicossocial) por ter problema de depressão. Ele conta que não tem conseguido dormir direito à noite com medo por estar morando na rua. “Os vizinhos preocupados com a minha segurança estão fazendo vigília à noite. Não sei até quando aguentarei viver deste jeito. Eu só queria um cantinho para poder colocar minhas coisas e poder descansar sossegado”, diz o servente de pedreiro.

SECRETARIA DE HABITAÇÃO

O morador de rua revela que falou com o secretário de Habitação, Rodrigo Flores, que disse a ele não ter uma solução para o seu problema. “O secretário de Habitação me falou que se eu conseguisse um terreno ele me daria a casa, mas eu pergunto: se fui despejado porque não dinheiro para pagar o aluguel e nem mesmo comer, como vou arrumar um terreno”, questiona João.

Ele ainda relata que dois representantes da Secretaria de Assistência Social estiveram no local, conversando com ele, mas não deram nenhum encaminhamento para o seu caso. João não tem familiares na cidade para ajudá-lo.

SOLIDARIEDADE

A solidariedade dos moradores tem feito a diferença para amenizar o sofrimento de João Fernandes. Os vizinhos levam alimentos para ele. A moradora do bairro Meller Norte, Olívia da Cruz, de 73 anos, é uma das pessoas que ajuda Joãor. “É muito triste ver um senhor de idade nesta situação, carregando as coisas para debaixo de uma árvore, sem água, sem banheiro. Imagina se chover ou o tempo esfriar. Como fica a situação dele? Pedimos a sensibilidade da prefeitura, os vereadores e das pessoas de bem para que ajudem esse senhor a arrumar um cantinho. Nunca imaginei que na minha vida iria presenciar um caso como esse. O coração da gente fica triste, chora”, diz emocionada a moradora que todos os dias leva um prato de comida ao morador de rua.

PRAÇA

O problema da falta de uma política habitacional é uma realidade em Santo Ângelo. Recentemente um família sem ter onde morar e sem condições de pagar aluguel se acampou na Praça Pinheiro Machado.

Ouça o aúdio da entrevista do repórter Cristiano Devicari com o homem que está vivendo embaixo de árvores:

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Dodge diz ao Supremo que Lula não pode conceder entrevistas na prisão

    A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, enviou parecer hoje (19) ao Supremo Tribunal Federal (STF) ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Soja: Preços continuam caindo no Brasil

    Os preços da soja fecharam a semana na Bolsa de Chicago, mais uma vez, em ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Índice que reajusta aluguel acumula inflação de 10,88% em 12 meses

    O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M), usado no reajuste de contratos de aluguel, subiu 0,97% ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.