Secretaria da Educação começa a receber sugestões sobre novo currículo escolar

A iniciativa tem o objetivo de criar uma base comum curricular integrada, trabalhando temáticas regionais - Foto: Divulgação/Seduc
Sepé Tiaraju 1 maio, 2018 Fonte: Palácio Piratini

A Secretaria da Educação (Seduc) disponibiliza uma plataforma digital para receber sugestões de educadores que queiram participar da consulta pública para a formatação do Novo Referancial Curricular Gaúcho. Após se cadastrarem no site, os educadores das redes estadual e municipal e de escolas privadas poderão sugerir assuntos para o novo currículo, a ser implantado a partir de 2019.

A iniciativa, promovida pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e pelo Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe-RS), tem o objetivo de criar uma base comum curricular integrada, trabalhando temáticas regionais como história, cultura e diversidade étnico-racial, de forma complementar à Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

Para a diretora do Departamento Pedagógico da Seduc, Sônia Rosa, a implantação da BNCC e a construção do Referencial Curricular Gaúcho entram em uma etapa decisiva com amplo debate e participação dos educadores gaúchos. “A plataforma está disponível para que todos os professores participem e construam, de fato, o novo currículo”, afirmou.

A etapa seguinte será em junho, quando ocorrerão audiências públicas sobre o tema, com a participação da comunidade escolar do Rio Grande do Sul.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    Furto de combustível causou explosão que matou ao menos 66 pessoas

    As autoridades mexicanas confirmaram que já chega a 66 o número de pessoas mortas na explosão de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    Temporal causa alagamentos em Santo Ângelo

    Mais de 40 moradias tiveram problemas de alagamentos em virtude do temporal ocorrido na madrugada ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 janeiro, 2019

    OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019

    Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.