Secretaria da Agricultura orienta para controle de raiva herbívora

Sepé Tiaraju 11 abril, 2019 Fonte: Palácio Piratini

Dezesseis focos de raiva herbívora foram registrados no Estado até 8 de abril, sendo 12 no primeiro trimestre. Técnicos da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) acompanham a situação na região de Soledade, onde há registro de quatro focos. A incidência da doença, que é causada por um vírus transmitido por morcegos, abrange nove municípios. Em São Valentim, Muçum, Ibirapuitã, Tio Hugo e Mormaço, mais de 60 animais morreram em 12 propriedades.

Em 2018, o Rio Grande do Sul contabilizou 34 focos de raiva em 24 municípios. No primeiro trimestre, houve sete casos. Os técnicos consideram o aumento verificado agora dentro do esperado, pois a circulação de animais portadores da doença é permanente. As causas da elevação podem ser várias, entre elas fatores que causam desequilíbrios ambientais, como alagamentos, desmatamentos e queimadas.

As ocorrências estão dentro da normalidade dos registros históricos observados no Estado nos últimos 10 anos. O último caso de raiva humana registrado ocorreu há 37 anos. A Seapdr é responsável pelo controle populacional de morcegos hematófagos (que se alimentam de sangue), autorizada por instrução normativa do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de 2006.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Deputado pede inclusão de agricultores em proposta de renegociação de dívidas da CEF

    A Caixa Econômica Federal deve lançar um programa de renegociação que vão oferecer descontos de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 maio, 2019

    Escolas de Santo Ângelo paralisaram em defesa da educação

    Escolas de Santo Ângelo paralisaram as aulas nesta quarta-feira, 15, pela contingência de gastos anunciadas ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 14 maio, 2019

    Inaugurada nova Feira do Produtor de Caibaté

    A inauguração da nova Feira do Produtor Rural marcou o dia 10 de maio de ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.