Saúde envolve estudantes nas ações de combate à dengue

Sepé Tiaraju 1 maio, 2019 Fonte: A Tribuna

Santo Ângelo segue mobilizado no combate ao mosquito transmissor da dengue, o aedes aegypti.
Além da varredura realizada em áreas centrais e bairros da cidade, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Vigilância Ambiental, está envolvendo estudantes da rede de ensino público e privado, com palestras orientadoras para explicar os cuidados que devem ser tomados para combater a proliferação do vetor da dengue e de outras doenças.
O secretário municipal de Saúde, Luis Carlos Cavalheiro, informou que o mutirão da saúde segue até o final do mês de maio, coordenado pelos agentes de combate a endemias e Vigilância Ambiental com a participação da comunidade. Cavalheiro também falou do caso descoberto de febre chikungunya, doença que também é transmitida pelo mosquito aedes aegypti. De acordo com o secretário, o caso não foi registrado em Santo Ângelo, pois, a pessoa reside em Porto Xavier, e estava a passeio pela cidade.
Nesta quinta-feira, 25, alunos da Escola Estadual Unirio Carrera Machado – CIEP –, assistiram a uma palestra com orientações e informações de prevenção e combate à dengue. O diálogo foi intermediado pelas agentes de combate a endemias, Eliane Cordeiro e Rosele Aguiar.
Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica e Imunizações da Secretaria Municipal da Saúde, Juliane da Rosa, já são 10 casos de dengue confirmados em Santo Ângelo, nos bairros Aliança, Jardim das Palmeiras e Zona Norte da cidade. Outros oito são casos suspeitos em diferentes áreas da cidade, estes que ainda precisam da confirmação ou não, da 12ª Coordenadoria Regional de Saúde.
A coordenadora da Vigilância Ambiental, Selenir Arruda, explica que essas palestras com os estudantes são norteadoras. Vinte educandários já receberam a palestra que orienta como combater à proliferação do mosquito e quais as doenças causadas por ele. “Vamos continuar agindo contra o surgimento de novos focos, mas também pedimos a colaboração de toda a comunidade, para que não deixe água acumulada na sua casa, em diferentes recipientes e locais, pois se torna um lar para a proliferação das larvas do mosquito”, disse.
As palestras fazem parte de uma agenda do Comitê Municipal de Combate à Dengue, por uma solicitação das escolas, e são coordenadas pela equipe da Vigilância Ambiental do município, acadêmicos da URI Santo Ângelo, Fasa, IFFar, integrantes do LEO Clube Santo Ângelo Universitário e pelo técnico da Vigilância Sanitária, Ubiratan Alencastro.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Público presente na Rua de Lazer

    O tempo foi parceiro na realização da já tradicional Rua de Lazer, promovida pelo curso ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 20 maio, 2019

    URI comemora 27 anos de história

    A Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões – URI, completa neste domingo, 19 ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 17 maio, 2019

    Corte no orçamento do IFFar Santo Ângelo é tema de Audiência Pública no Legislativo Municipal

    Na presença de docentes, estudantes e servidores do Instituto Federal Farroupilha (IFFar), uma Audiência Pública ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.