Safra de soja da Argentina pode ser de apenas 40 milhões de toneladas

Grão é o principal cultivo do país - Foto: Central Grãos
jornalismo 7 fevereiro, 2018 Fonte: América Economia

A seca que está afetando os cultivos de soja na Argentina deve continuar nesta semana e, se as chuvas esperadas para a semana seguinte não chegarem.

– A safra poderia sofrer os efeitos e cair para 40 milhões de toneladas, disse Eduardo Sierra –, o principal assessor climático da Bolsa de Cereais de Buenos Aires.

Este número deixaria a produção do país – terceiro exportador mundial de soja – muito longe das 51 milhões de toneladas projetadas no último boletim da Bolsa de Cereais de Buenos Aires, que já apresentava uma queda em função de três meses de clima seco e altas temperaturas.

A soja é o principal cultivo da Argentina, que também é o maior exportador mundial de farelo, óleo e derivados, mas a grave seca fez com que a área de plantio caísse para o menor número em uma década, segundo dados oficiais.

– Há uma previsão de chuvas para este final de semana e algo entre quinta-feira e sexta-feira da semana que vem no centro agrícola do país. Isso seria o que poderia conter o dano –, sinalizou Sierra em entrevista para a Reuters, acrescentando que se não chover neste final de semana e na semana que vem, a safra pode ser de apenas de 40 milhões de toneladas de soja.

Segundo um boletim da Bolsa de Comércio de Rosario, o clima seco seguirá na região núcleo até meados de fevereiro, com temperaturas acima das normais. Contudo, há meteorologistas que acreditam que, mesmo que a segunda metade de fevereiro seja mais úmida, o quadro não deve ser revertido.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 12 agosto, 2018

    Soja perde mais de 4% em Chicago, mas no Brasil preços se mantêm com dólar e prêmios

    Os números trazidos pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) nesta sexta-feira (10) surpreenderam ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 agosto, 2018

    Etanol a partir de triticale pode trazer autossuficiência do combustível no RS

    O Rio Grande do Sul pode começar a produzir combustível a partir de triticale (cereal ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 8 agosto, 2018

    Variação de 14,6% na carne de frango motiva alta mensal na cesta básica de julho

    A pesquisa do custo da cesta básica em Santo Ângelo, realizada pelo curso de Ciências ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.