SAFRA DE MELÃO EM SANTO ÂNGELO REGISTRA QUEBRA HISTÓRICA DE 100%

Prejuízos com a safra de melão em Santo Ângelo
Lucas de Campos 13 janeiro, 2016 Fonte:

Historicamente não se tem conhecimento pela Associação dos Produtores de Melão da Ilha Grande, de uma quebra que atingisse a 100% da cultura nesta safra.

            A fruta melão foi afetada diretamente pelo excesso de chuvas registradas especialmente em novembro e dezembro em Santo Ângelo, quando as precipitações chegaram próximas a 1000 milímetros.

            Liria Fonseca, presidente da Associação, relatada que nenhuma das 17 famílias rurais que congregam a entidade conseguiu colher melão nesta passagem de ano.

            Diz ela, que os poucos agricultores que colheram alguma fruta, a mesma possui uma péssima qualidade, ou seja, está sem sabor.

            A expectativa da produção de melão pelos agricultores da Ilha Grande girava em torno de 13 a 15 toneladas por hectare.

            Liria Fonseca recorda que devido à frustração da safra da fruta que já se previa ainda em novembro, a tradicional Festa do Melão que chegaria a sua 11ª edição foi suspensa.

            Até a feira municipal que vinha ocorrendo nos últimos anos na Praça Leônidas Ribas não está sendo realizada.

            Segundo a presidente da Apmig, na safra 2015/16 houve o cultivo de área de 15 hectares com melão, inferior a safra passada que foi de 18 hectares.

            A chuva é a grande responsável pela frustração da safra, e conforme Líria Fonseca, essa é a maior quebra da histórica da cultura que é tradicional envolvendo todos produtores da agricultura famílias na localidade de Ilha Grande.

            Somente na propriedade dos Fonseca, o prejuízo calculado gira em torno de 45 mil reais, partindo de uma produção mínima de dois mil quilos por pé de melão, que seria comercializado a 2 reais o quilo.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.