Prefeituras da região das Missões irão fechar as portas na sexta-feira

Atendimento será só dos serviços essenciais
Lucas de Campos 24 setembro, 2015 Fonte:

O presidente da AMM e prefeito de Giruá, Fabiam Thomas, falou sobre a mobilização das prefeituras que fecharão as portas nesta sexta-feira, em decorrência da crise que afeta os municípios missioneiros.

Ele coordena a movimentação junto a Federação da Associação dos Municípios do Rio grande do Sul-FAMURS, que promove amanhã a ação denominada – Movimento do bolo fatia maior para um município melhor.

Aqui na região das missões irão paralisar amanhã todas as 26 prefeituras. Já em nível estadual aderiram ao movimento 470 prefeituras de um total de 497 municípios.

 Fabiam Thomas, durante entrevista hoje no programa Aldeia Global, disse que a região das missões tem créditos diretor com o Governo Federal para receber na ordem de 1 bilhão de reais. Já os indiretos alcançam daí a cifra de 2 bilhões.

O prefeito explica que a situação poderá piorar ainda mais, pois a Famurs informa que haverá redução nos repasses programados para 2016, referentes ao ICMS e também o FPM. As prefeituras missioneiras irão receber a menos a fortuna de 21 milhões de reais.

Para o presidente da AMM e prefeitura de Giruá, a situação só tende a piorar, uma vez que os municípios firmaram compromissos em seus orçamentos de 2016 com reajuste aos servidores e também novos convênios, contando com os valores normais dos repasses do FPM que é referente ao governo federal e o ICMS do governo estadual.

A programação da mobilização que deseja uma fatia maior do bolo aos municípios já definiu duas importantes ações. A primeira será às 13h30min em Cerro Largo. Os prefeitos irão entregar uma fatia de bolo para a direção da Universidade Federal Fronteira Sul-UFFS, referente à falta de verbas para a educação.

No meio da tarde, os prefeitos estarão no trevo da Cruz Missioneira no Entre-Ijuís, entroncamento da BR-285 com a ERS-344. Será feita manifestação, não estando previsto o trancamento das rodovias. O prefeito Fabiam Thomas, garantiu que apenas será feita a entrega de panfletos explicando aos motoristas a situação caótica das finanças municipais. 

 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.