Prefeito de Não-Me-Toque acusado de assédio sexual é cassado

Sepé Tiaraju 11 agosto, 2018 Fonte: Gaúcha ZH
A Câmara de Vereadores de Não-Me-Toque decidiu, na noite de sexta-feira (10) cassar o prefeito da cidade Armando Carlos Roos, afastado do cargo desde julho. Roos é réu por assédio sexual de servidoras, importunação ofensiva contra uma terceira vítima, abuso de autoridade e perturbação do sossego.
Dos nove vereadores da cidade, seis votaram pela cassação. Outros três parlamentares se ausentaram da sessão. A cassação exigia maioria qualificada, de dois terços da Câmara da cidade, para ser aprovada.
As duas servidoras da prefeitura que acusam o prefeito de abuso sexual alegam que foram ameaçadas de perda ou de rebaixamento de cargo caso não aceitassem os favores sexuais propostos pelo prefeito. Um dos casos foi gravado e divulgado, dando repercussão ao ocorrido.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 18 outubro, 2018

    Empresário domina ladrão até a chegada da Brigada Militar em Horizontina

    O proprietário de uma oficina mecânica flagrou um elemento praticando furto qualificado no seu estabelecimento ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 outubro, 2018

    Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho começa na próxima segunda

    “Todos pela segurança, unidos para cuidar de você”. Esse é o slogan da Semana Interna ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 outubro, 2018

    TV do Japão faz reportagem sobre cultura e gastronomia em Porto Mauá

    Na terça-feira, 17, chegou na aduana de Porto Mauá, uma equipe da TV Nippon BS, ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.