Policiais militares gaúchos vão cruzar os braços a partir de 05/01/2015

NULL
Lucas de Campos 29 dezembro, 2014 Fonte:
Em nota, policiais militares de Porto alegrete, estão prometendo deflagrar a partir do dia 5 de janeiro, uma operação que eles classificam como uma resposta ao descaso do Governo do Estado para com a segurança pública.
 
Enfatizam no comunicado, que o estatuto arcaico da Brigada Militar, inibe muitas ações da corporação, mas agora é preciso que todos sintam na pele as dificuldades do cotidiano de uma categoria que tem grande responsabilidade e, não recebe condições de trabalho e o reconhecimento devido.
 
Em determinado trecho da nota, destacam que não vão mais “caçar” bandido nas ruas. Que vão estar em atividade, mas cuidando das próprias vidas, numa alusão à morte de um sargento no final de semana.
 
Confira a nota que já circula entre os policiais de alegrete e nas redes sociais:
 
“Comunicado à população do Estado Rio Grande do Sul. 

Este é um comunicado onde nós, policiais militares do estado do Rio Grande do Sul, informamos  a população gaúcha que: 
Tendo em vista o descaso dos administradores políticos do estado com a nossa corporação, estamos com a segurança pública em ruínas e um verdadeiro caos.
Por estar diretamente subordinado e obrigado a cumprir um estatuto disciplinar interno arcaico, onde o senhor Secretário de Segurança só fala em expulsão de PMs e pais de família que arriscam suas vidas diariamente por vocês cidadãos, ‘NÃO PODEMOS FAZER ATO DE GREVE’.
Porém, a partir do dia 15 de Janeiro de 2015, estaremos cumprindo esse regulamento que nos ordena a missão de ir para às ruas, mas, não mais estaremos caçando bandidos e marginais, proporcionando a população a segurança que sempre foi feita. 
A partir do dia 05/01/2015, a população estará abandonada nas mãos dos marginais; ASSIM COMO A NOSSA CORPORAÇÃO ESTÁ ABANDONADA PELO DESCASO E NOSSOS PROFISSIONAIS DESVALORIZADOS.
Nós estaremos nas ruas sim, porém, o regulamento arcaico nos ordena que façamos as ocorrências após o fato consumado, não somos cães de caça, não ficaremos mas correndo atrás de marginais;  a população estará abandonada para que marginais efetuem os crimes e posteriormente sejamos acionados. Muitos cidadãos serão vítimas, principalmente os empresários.
Por diversas vezes tentamos de forma pacífica, chamar a atenção da população, dos empresários, da mídia e das autoridades políticas, para não chegarmos a esse ponto.
O sistema é arcaico, mas não somos burros, estaremos nas ruas, mas de olhos fechados. Faremos apenas a segurança de nossas próprias vidas, de irmãos de farda e das nossas famílias.
Os marginais estão nas ruas, mas não nos importarmos mais, agora a população e os empresários sentirão o nosso descaso, com estamos sofrendo com o descaso político. 
LUTEM PELA NOSSA CORPORAÇÃO. 
Passem para todos os seus amigos da população.”

Fonte: http://alegretetudo.com.br

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.