Polícia Federal prende empresário por coação no curso do processo e tentativa de destruição de provas

NULL
Lucas de Campos 26 janeiro, 2015 Fonte:

Homem é um dos investigados em operação que apura fraudes no INSS

Um empresário, investigado na Operação Mendax que apura irregularidades contra o Instituto Nacional de Seguro Social (INSS), foi preso na manhã desta segunda-feira pela Polícia Federal (PF) em Santa Maria. Segundo informações da PF, o homem foi detido por coação e destruição de provas.

Os policiais federais afirmaram que o empresário teria coagido outro investigado para que mentisse em seu interrogatório, dizendo que o primeiro trabalhava em uma empresa, o que não é verdade, conforme o inquérito policial. Além disso, o preso teria visitado uma ex-servidora do INSS, atualmente trabalhando como despachante, para que ela lhe entregasse documentos e carteiras de trabalho que servem como indícios de sua participação na trama.

Na busca cumprida nesta manhã na residência do empresário, localizada no bairro São José, foram encontrados mais documentos que o vinculam à utilização de empresas sem atividade para falsificação de vínculos de trabalho, com o intuito de obter benefícios previdenciários.
 
As investigações continuam e cada um dos benefícios fraudados (inclusive as tentativas de obtenção) estão sendo objeto de novos inquéritos policiais. As fraudes podem ter gerado prejuízo ao erário de aproximadamente R$ 5 milhões sendo que este valor também engloba empréstimos consignados contratados pelos criminosos, durante a vigência dos benefícios previdenciários ilicitamente obtidos. A PF em Santa Maria vem recebendo denúncias sobre a atuação dos fraudadores, o que tem auxiliado nas investigações.

Fonte: Correio do Povo

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.