Polícia busca identificar envolvidos no assalto em Coronel Bicaco

Um dos criminosos foi morto em troca de tiros com a BM
Lucas de Campos 31 janeiro, 2018 Fonte:

Um caso que ocorreu em Coronel Bicaco ganhou repercussão em todo o Estado nesta semana. Durante assalto a uma cooperativa na madrugada de terça-feira, 30, um dos suspeitos acabou morto após confronto com a Brigada Militar (BM)

De acordo com informações da PM, cinco homens tentavam furtar agrotóxicos de uma unidade de uma cooperativa, quando foram flagrados pelos Policiais Militares (PMs). Houve troca de tiros e um dos envolvidos morreu no local.

Nesta quarta-feira, 31, em entrevista ao comunicador Hogue Dorneles durante o Programa Aldeia Global da Rádio Sepé – AM 540, o delegado de Polícia Civil, Vilmar Alaídes Schaefer, que investiga o caso, falou sobre este tipo de ocorrência.

Schaefer afirmou que no caso específico de Coronel Bicaco o sistema de videomonitoramento, existente no local do assalto foi determinante para o flagrante.  De acordo com o Schaefer, a BM foi avisada do ataque e ao chegar no local flagrou os assaltantes finalizando o furto. Os PMs foram recebidos com disparos de armas de fogo e ao revidar acabaram atingindo um dos indivíduos. Os outros suspeitos fugiram e estão sendo procurados.

Schaefer informou ainda que os assaltantes integram uma quadrilha que atua na região de Ijuí e de forma “macro” em toda a Região Noroeste. “Não se trata de indivíduos primários, são pessoas organizadas para este tipo de crime de furto-arrombamento”, disse o delegado.

Schaefer ressaltou que foram encontrados com os criminosos bloqueadores de celulares, rádios amadores, quatro cilindros para uso de maçarico e um significativo número de “miguelitos”, ou seja, todos os equipamentos necessários para prática de furto-arrombamento, o que demonstra a organização da quadrilha.

A caminhonete que estava sendo utilizada para a realização do assalto foi abandonada e conforme Schaefer estava registrada como objeto de furto em Ijuí. “Provavelmente, o registro desta ocorrência foi feito como estratégia para desviar o foco das investigações”, frisou.

A Polícia Civil não descarta que além do indivíduo que foi morto no local, outro teria sido ferido, já que na caminhonete foram encontradas marcas de sangue. Schaefer explicou que o veículo será periciado e serão analisadas as impressões digitais e o sangue e isso poderá possibilitar a identificação dos outros envolvidos no crime.

 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.