Polícia argentina frustra resgate de gaúcho preso por liderar assaltantes de banco no RS

Policia de Missiones / Divulgacao
Sepé Tiaraju 1 agosto, 2018 Fonte: Rádio Gaúcha
Agentes penitenciários de uma cadeia no município argentino de Oberá, na província de Missiones, frustraram na noite de segunda-feira (30) a tentativa de resgate de um preso. Segundo o serviço de inteligência da cadeia, o detento que seria resgatado é o gaúcho Vanderlei Lopes, 33 anos. No início do ano, policiais do Rio Grande do Sul já haviam alertado os colegas do país vizinho sobre a possibilidade de uma ofensiva pela sua liberdade.
Lopes está preso desde novembro de 2017 por liderar quadrilha de assaltantes de banco com reféns no Rio Grande do Sul. Mesmo detido, ele consta na lista vermelha de criminosos perigosos da Interpol.
Segundo o policial Alejandro Zaballa, oficial responsável pelo contato com a imprensa da Polícia de Missiones, três homens armados tentavam entrar no presídio por uma área onde ocorrem obras. Eles teriam dito, em português, ao vigilante do local para que “ficasse tranquilo, já que não era nada com ele”, e avançaram em direção ao prédio principal da cadeia.
No meio do caminho, agentes penitenciários que estavam em uma torre de vigilância abriram fogo contra o trio, que fugiu. Os policiais acreditam que houve revide.
Minutos antes, a delegacia local foi informada de que um taxista havia sido rendido e teve o veículo roubado após ser chamado para uma corrida por três homens que falavam português. Ele teve um cinto amarrado na boca, mas conseguiu fugir correndo de dentro do veículo. O carro foi localizado horas depois por policiais, com cartuchos de balas e pregos retorcidos.
Após a tentativa de resgate, a polícia local preparou uma operação para caçar os três suspeitos. São cerca de 500 policiais de várias unidades argentinas promovendo buscas em uma região montanhosa de Oberá. Até as 11h, nenhum dos criminosos foi encontrado.
Lopes foi preso em El Soberbio, também na província de Missiones, após uma operação integrada da Delegacia de Repressão a Roubos do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), no dia 30 de novembro de 2017. Ele foi encontrado com seu irmão, Rudinei Lopes, apontado por ser integrante do mesmo grupo e que estava foragido desde que foi resgatado por comparsas em uma Unidade de Pronto Atendimento de Lajeado, no Vale do Taquari.
Rudinei está preso na Unidade Penal VI de Posadas, a cerca de 90 quilômetros de Oberá. A segurança no local também foi reforçada após o ocorrido.
Os irmãos Lopes são suspeitos, só em 2017, de 12 ataques a agências bancárias no Rio Grande do Sul, sempre com explosivos, tiros e algumas vezes até com reféns. À época da prisão dos irmãos, o delegado Joel Wagner considerou a recaptura como “extremamente exitosa” para barrar ataques em solo gaúcho.
A tentativa de resgate de Vanderlei Lopes foi informada por policiais argentinos à Delegacia de Roubos em Porto Alegre. O delegado João Paulo Abreu diz que a tentativa de resgate preocupa pelo risco que os irmãos representam.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    WhatsApp remove contas de disparo em massa de notícias falsas

    O WhatsApp está tomando medidas contra empresas que atuam com envio em massa de mensagens com ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Ladrões amarram no banheiro funcionários dos Correios

    Funcionários da agência dos Correios de Coronel Bicaco, foram amarrados e trancados no banheiro durante ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    São Miguel das Missões integra projeto turístico que facilita acesso ao mercado mundial

    O Ministério do Turismo divulgou, na quinta-feira (18), os destinos no Rio Grande do Sul ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.