Piratini espera repetir votação e aprovar PEC das privatizações

Sepé Tiaraju 6 maio, 2019 Fonte: Correio Piratini

A sessão da tarde desta segunda-feira na Assembleia Legislativa deverá confirmar a alteração na Constituição do Estado para permitir que o governador Eduardo Leite (PSDB) possa encaminhar a privatização das estatais CEEE, Sulgás e CRM. Ao aprovarem a proposta de emenda à Constituição (PEC) 272/2019 em segundo turno, os deputados da base estarão retirando a exigência de realizar plebiscito para consultar a população antes de vender as empresas públicas, dispositivo que está contido no parágrafo 4º do texto. Além disso, ao revogarem os parágrafos 1º, 2º e 3º do artigo 163 da Constituição, os parlamentares gaúchos também irão retirar da Constituição o dispositivo que impede que os serviços públicos essenciais sejam objeto de monopólio privado.

“Esperamos confirmar a aprovação com o mesmo placar obtido no primeiro turno, quando tivemos 40 votos favoráveis”, declarou o líder do governo Leite, deputado estadual Frederico Antunes (PP), pouco antes de entrar numa reunião reservada com o chefe da Casa Civil, secretário Otomar Vivian (PP), no Piratini. Com a confirmação do resultado, o governo encaminhará à Assembleia três projetos de lei, pelos quais vai pedir a autorização do Legislativo para privatizar as companhias do setor de energia.

Articuladores do Piratini revelam expectativa de aprovar, ainda durante a sessão, a redação final da Emenda à Constituição, o que permitirá ao presidente do Parlamento, deputado Luis Augusto Lara (PTB), promulgar o novo texto, publicando as alterações no Diário Oficial da Assembleia para que, posteriormente, o ato seja definitivamente oficializado com a publicação no Diário Oficial do RS. “Tudo isso deve ocorrer num intervalo de no máximo 72 horas”, descreveu um assessor palaciano da área jurídica.

Governo pode encaminhar projetos até o mês que vem

Oficialmente, representantes do alto escalão do governo buscam demonstrar que não existe pressa no processo que envolve as privatizações. “Após a promulgação da Emenda, o governo vai decidir o momento oportuno para o envio dos projetos”, comentou Vivian, nesta segunda-feira. Nos bastidores, contudo, articuladores do governo na Assembleia admitem que os projetos de lei que encaminham as privatizações já estão redigidos e dizem que o governador espera agilidade na tramitação, com expectativa de colocá-los em votação ainda no primeiro semestre.

Deputados da oposição, por sua vez, acreditam que o governo precisa explicar seus planos com o dinheiro das privatizações, o que, segundo eles, a sociedade ainda desconhece.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 22 maio, 2019

    Escritório de Osmar Terra em Santa Rosa é pago com verba da Câmara

    O aluguel do escritório político do ministro da Cidadania, Osmar Terra, em Santa Rosa, é ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 22 maio, 2019

    Otomar discute com deputados emedebistas desestatização de empresas

    A bancada do MDB foi recebida na manhã desta terça-feira (21/5) pelo secretário-chefe da Casa ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Falta de quórum impede votações no plenário da Assembleia Legislativa do Estado

    Pela segunda semana seguida, não houve votações no plenário da Assembleia Legislativa. Nenhuma das matérias ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.