Perondi quer presidir CPI da Petrobrás

NULL
Lucas de Campos 23 fevereiro, 2015 Fonte:

Nos próximos dias deve ser instalada na Câmara dos Deputados a nova Comissão Parlamentar de Inquérito para investigar os escândalos de corrupção e os desvios de recursos na maior empresa pública brasileira, a Petrobrás. “Não quero só participar, quero ser presidente. Essa CPI precisa ajudar o Juiz federal Sérgio Moro e sua equipe a dar um basta à corrupção que, infelizmente, invadiu a Petrobrás e outras empresas estatais. Vou aguardar, ansioso, a resposta do meu líder“, disse.O pedido de abertura da CPI foi assinado por 186 parlamentares, inclusive de partidos da base aliada do Governo, como quinze parlamentares do PDT, dez do PMDB , inclusive Perondi , cinco do PP, sete do PR, 13 do PSD, e um de PRB, Pros, e PTB – todas legendas contempladas com ministérios. De acordo com o Requerimento de criação da CPI, devem ser investigadas denúncias de superfaturamento e gestão temerária na construção de refinarias no Brasil, como o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) e a Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco; a constituição e a operação irregulares de empresas subsidiárias e sociedades de propósito específico, com o fim de praticar atos ilícitos; o superfaturamento e a gestão temerária na construção e afretamento de navios de transporte, navios-plataforma e navios-sonda; as irregularidades na operação da Sete Brasil e as irregularidades na venda de ativos da Petrobras na África.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.