Pai enforca as duas filhas, filma e depois tira a própria vida no Paraná

NULL
Lucas de Campos 19 janeiro, 2015 Fonte:

Uma tragédia ocorreu em um bairro de Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba, na noite de domingo, 18. Um homem de 42 anos teria assassinado as duas filhas, uma de cinco e outra de três anos, dentro de casa, na Rua Rui Barbosa, bairro Vargem Grande. Após os assassinatos, ele cometeu suicídio.

O autor teria matado as crianças, pois não se conformava com o fim do relacionamento dele com a mãe das meninas.

Os corpos foram descobertos por vizinhos, que chamaram a Polícia Militar (PM), por volta das 21 horas. O pai teria enforcado as duas filhas e depois se enforcado. Segundo o Paraná-Online, os moradores das redondezas teriam ouvido, durante o dia, gritos vindos da casa. Um dos moradores viu o homem morto à noite e a PM encontrou os corpos das crianças dentro da residência.

A Polícia Civil de Pinhais instaurou inquérito para apurar as mortes, mas, segundo o delegado Fernando Zanoni, que coordena os trabalhos na Delegacia de Pinhais, o caso se encerra por si só. “O pai tinha autorização para ver as crianças e levá-las parta casa e fazia isso com frequência”, diz Zanoni.

O delegado não tem duvidas sobre a motivação do crime. “O pai não aceitava o fim do relacionamento com a mãe das meninas”, afirma.

A mulher ainda não foi ouvida pela polícia, o que deve acontecer nos próximos dias. “Vamos respeitar o momento de dor da mãe e depois ela será ouvida”, afirma o delegado.

Antes de se matar, o pai das crianças teria feito um vídeo para a ex-mulher explicando o motivo para os assassinatos e também teria filmado o momento da própria morte. As imagens estariam em um computador, que está sendo analisado pela Polícia Civil. Não há outro suspeito para o caso, segundo a polícia.

De acordo com o delegado, há uma denúncia anterior feita contra o pai das crianças, mas, neste caso, não haviam indícios de violência cometida por ele contra as crianças ou contra a mulher.

Fonte: Gazeta do Povo

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.