ONU seleciona FASA em programa mundial de Impacto Acadêmico

Sepé Tiaraju 1 junho, 2019 Fonte: FASA

A Faculdade Santo Ângelo (FASA) é a 31ª instituição brasileira a ser aceita pela ONU na UNAI (United Nations Academic Impact), um programa de Impacto Acadêmico da Organização das Nações Unidas, sediada em Nova York, nos Estados Unidos da América. A confirmação do aceite ocorreu na última sexta-feira, dia 24 de maio.

Capitanear ações que promovam impacto acadêmico e contribuam com a construção de um mundo menos desigual por meio da Educação são alguns dos compromissos que levaram a FASA a ser selecionada no programa mundial que reúne menos de 1.400 Instituições de Ensino Superior (IES) em todo mundo. Ao ser aceita no programa da ONU, a Faculdade passa a contribuir oficialmente com a rede de instituições que trabalham com prioridades globais como a paz, direitos humanos e desenvolvimento sustentável.

A FASA tornar-se uma instituição membro da UNAI é o reconhecimento pelos projetos pensados para formar profissionais realmente preparados para os desafios do mercado de trabalho na contemporaneidade, atentos para um desenvolvimento mais horizontal, reduzindo desigualdades, ressalta o diretor-presidente da IES, professor Me. Rafael Rossetto. “Nossa instituição fazer parte de um seleto grupo como esse, uma das poucas gaúchas aceitas, apenas a 31ª brasileira, é um reconhecimento a nível mundial de nossos esforços e reitera a importância dos projetos que estamos implantando desde o começo aqui na FASA. Esta é uma grande notícia não só para a nossa comunidade acadêmica, mas para toda a região, para todo Estado”.

As ações desenvolvidas pelas instituições membro são acompanhadas pela ONU. “O trabalho dessas instituições é vital para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, pois elas servem como incubadoras de novas ideias, invenções e soluções para os muitos desafios globais que enfrentamos”, revela um comunicado no site da organização.

Por que a FASA?

Alguns diferenciais da FASA foram determinantes na seleção. “A bolsa de 50% para todos em uma faculdade com aulas 100% presenciais é um diferencial, pois estamos oportunizando a mais pessoas o acesso ao ensino superior. Contribuir com um cenário que dê condições para isso é justamente um dos objetivos da UNAI. Em relação a sustentabilidade, temos o objetivo de tornar a Faculdade uma instituição sustentável, que não agrida o meio-ambiente, que tenha autonomia energética, e estamos caminhando neste sentido”, revela Rossetto.

A Pedagogia da Alternância, que é adotada pelos cursos de Medicina Veterinária e Agronomia, é outra iniciativa da FASA levada em consideração pela ONU na seleção. Como explica o diretor-presidente, os estudantes dos dois cursos na Alternância conseguem conciliar o estudo e o trabalho no campo, reduzindo o êxodo rural e colaborando para a sucessão familiar. “Estudam na Faculdade por uma semana nos três turnos e, nas próximas três semanas, desenvolvem suas atividades na propriedade rural, estágio ou trabalho, aproximando teoria e prática, sendo desde já agentes transformadores em suas realidades. Isso é inovação, é ensino de qualidade, é formar profissionais diferenciados”, acrescenta.

            Com o aceite, a FASA passa a propor uma ação anual vinculada a um dos 10 princípios da UNAI, que são:

  1. Erradicação da Pobreza: o compromisso de enfrentar os problemas da pobreza pela educação;
  2. Construção de Capacidades: o compromisso de construir capacidade nos sistemas de educação superior de todo o mundo;
  3. Educação para todas e todos: o compromisso de oferecer uma oportunidade educativa para todas as pessoas, independente de seu gênero, raça, religião ou etnia;
  4. Cidadania Global: o compromisso de encorajar a cidadania global através da educação;
  5. Acesso à Educação Superior: o compromisso de oferecer uma oportunidade para que cada indivíduo possa adquirir as habilidades e os conhecimentos necessários para alcançar a educação superior;
  6. Direitos Humanos: o compromisso com os direitos humanos, entre eles, a liberdade de pesquisa, de opinião e de expressão;
  7. Diálogo Intercultural: o compromisso de promover o diálogo, o entendimento intercultural e o desaparecimento da intolerância através da educação.
  8. Paz e Resolução de Conflitos: o compromisso de promover a paz e a resolução de conflitos pela educação;
  9. Sustentabilidade: o compromisso de promover a sustentabilidade pela educação;
  10. A Carta das Nações Unidas: o compromisso com os princípios fundamentais da Carta das Nações Unidas.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 junho, 2019

    Período de matrículas da FASA segue até o dia 24

    A Faculdade Santo Ângelo (FASA) está com o período de matrículas aberto nesta semana. Aprovados ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 17 junho, 2019

    URI e Rotary Cruz de Lorena mobilizam para a campanha “Hepatite Zero”

    A URI Santo Ângelo e o Rotary Clube Cruz de Lorena promovem, dia 24 de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 5 junho, 2019

    Cursos da área de Computação da URI promovem o 28º SITIS

    Divulgar a produção científica regional na área de computação, proporcionando um ambiente para a troca ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.