Novas regras do ICMs afetará empresas da região das Missões

Aumento do ICMS provoca crise em empresas que atuam no comércio eletrônico
Lucas de Campos 18 janeiro, 2016 Fonte:

Em entrevista ao programa Aldeia Global na rádio Sepé Tiaraju, o secretário da Acisa, Mauro Tschiedel, falou sobre a nova regulamentação do ICMS (Emenda Constitucional Nº 87, de 16 de abril de 2015) que já está impactando as pequenas empresas do país que vendem produtos para estados diferentes da origem, principalmente as de e-commerce.

Sistema altamente burocrático, a diferença de alíquota entre estados e a falta de agilidade são alguns dos fatores que estão fazendo os empreendedores a repensar os seus negócios.

“Um exemplo é o e-commerce “O Caneco”, focado em vender cervejas artesanais, de Blumenau, Santa Cataria, é uma das empresas que já encerrou as atividades em virtude das mudanças no recolhimento do imposto”, conta Tschiedel.

Esta nova regra do ICMS sobre e-commerce também inviabilizará várias Lojas Online em nossa região, causando reflexos diretos no desenvolvimento e crescimento econômico regional. Estas empresas buscam através do e-commerce ampliar suas vendas para outras regiões do país.

Na região serão prejudicadas empresas como a Usinainfo, Meu Free Shop, Terra Mais, Linha Livre, Lojas Becker, Extinsolda, Hettwer Bier, Tremotos, Indupropil, Cadiles Calçados, Cisbra, entre outras.

Além do comércio eletrônico, serão impactadas empresas que vendem produtos por meio de comissão, onde, por exemplo, uma fábrica efetua a venda diretamente ao cliente final em outro estado.

Mauro Tschiedel, que é proprietário da Usinainfo, espera que o governo veja a ‘insanidade’ que cometeu e corrija isto, permitindo que as empresas possam ajudar o Brasil e superar a crise. “Caso não seja alterada esta legislação, com certeza muitas empresas deixarão de existir, piorando ainda mais o cenário econômico”, observa Tschiedel.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.