Nevoeiro em dezembro? Em Santo Ângelo foi registrado

NULL
Lucas de Campos 29 dezembro, 2014 Fonte:

Nevoeiro em dezembro? Em Santo Ângelo sim!

Atípica para a época, a ocorrência de neblina (ou nevoeiro) foi registrada pelo repórter Aurélio Madrid em Santo Ângelo.

Com temperatura na marca dos 20° e umidade relativa do ar beirando os 90%, a neblina ou como chamamos no Rio Grande do Sul ‘cerração’, ou ainda ‘cerração baixa’, foi captada pela lente de uma câmera de bolso do repórter Aurélio Madrid no início da manhã desta segunda feira (29)

Segundo a Wickipédia, o nevoeiro, brêtema1 ou cerração, é uma nuvemstratus cuja base está no solo ou perto dele e reduz a visibilidade a menos de 1quilômetro (com visibilidade superior a 1 km, ocorre uma neblina ou névoa). 

Pode ter origem no calor emitido durante a noite, em ar húmido que se move na horizontal e é arrefecido por baixo ou aparecer entre o ar quente e o ar frio numa frente.

Os nevoeiros diferenciam-se das nuvens porque ocorrem junto à superfície. É humidade condensada perto do solo, em forma de depósito. Não são mantidos em suspensão pelas correntes ascendentes. Gotículas de água extremamente pequenas e que, por convenção reduzem a visibilidade horizontal a menos de mil metros.

Formam-se à superfície. A obscuridade na atmosfera pode dever-se às diminutas gotas de água ou às partículas de fumaça (ou ambas) em suspensão na atmosfera. São condições essenciais para sua formação: no dia anterior humidade elevada à tarde, com céu limpo; ventos fracos; forte arrefecimento nocturno pela radiação terrestre (fraca nebulosidade).

Ocorrem pela manhã e são dissipados pela insolação, sendo mais comuns nos vales e planícies.

Confira as imagens:

1345678

Fonte: Reportagem Rádio Sepé/Especial Aurélio Madrid

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.