Nasce o TecnoURI Missões, um Parque Científico e Tecnológico destinado a gerar desenvolvimento

NULL
Lucas de Campos 29 maio, 2015 Fonte:

O desenvolvimento da Região das Missões registrou importante passo nessa sexta-feira . A data marca o início das obras de construção do Parque Científico e Tecnológico das Missões. Sediado no câmpus Santo Ângelo da URI, o parque será um espaço destinado à pesquisa, ao desenvolvimento e à inovação para empresas. Implantado a partir de convênio entre a Universidade e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do RS.Em comemoração aos 23 anos da instituição como universidade, a direção do Campusreuniu na manhã desta sexta-feira autoridades, lideranças, veículos de comunicação, coordenadores de curso, professores e técnicos-administrativos da URI e fez a apresentação do projeto do TecnoURI Missões.

Em sua manifestação, o Diretor-Geral, Gilberto Pacheco, destacou a caminhada de 46 anos de ensino superior em Santo Ângelo e referiu-se aos ex-gestores, os quais escreveram a história e cumpriram etapas necessárias até chegar à Universidade. Em relação ao Parque Científico e Tecnológico, Pacheco disse que o projeto da sede já está sendo orçado com empresas de Santo Ângelo e registrou a parceria da prefeitura nos serviços de terraplanagem. “Até credenciar o Parque, cumprimos muitas etapas, como manter uma Incubadora e percentuais de mestres e doutores. Hoje, o grande desafio é que nossos acadêmicos sejam empreendedores”.

 TecnoURI -O Parque Científico e Tecnológico da região das Missões – TecnoURI Missões possibilitará um espaço para pesquisa, desenvolvimento e inovação para empresas, e é implantado  a partir de um convênio entre a Universidade e a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do RS.Com gestão a cargo da URI Santo Ângelo, o TecnoURI oferecerá instalações físicas, laboratórios e pesquisadores para o desenvolvimento de tecnologia aplicada para as empresas. Na área física, oferecerá como infraestrutura salas para os empreendimentos, laboratórios, auditório, além de sediar o NITT – Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica, Incubadora de Empresas URInova e o Polo de Modernização Tecnológica das Missões. A área construída será de 1 273, 45 m², com previsão de conclusão em 12 meses e de início das atividades em julho de 2016.O Parque Tecnológico vai atuar no desenvolvimento das áreas de Tecnologia da Informação, Comunicação e Convergência Digital; Inovação e Tecnologia nas Engenharias, Automação e Tecnologias Socioambientais; Tecnologia e Inovação na Agroindústria e Agropecuária; Alimentos, Inovação Farmacêutica e Nutracêutica. 

 

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.