Na região da Cotrisa, 84% das lavouras de soja estão em fase de desenvolvimento vegetativo

Informação foi repassada pelo engenheiro agrônomo, Élvio Contri, nesta sexta-feira, 12
Lucas de Campos 12 janeiro, 2018 Fonte:

Nesta sexta-feira, 12, o comunicador Hogue Dorneles recebeu durante o Programa Aldeia Global da Rádio Sepé – AM 540, o gerente-técnico da Cotrisa, o engenheiro agrônomo, Élvio Contri. Na entrevista, Contri falou sobre as lavouras de soja na região de atuação da Cotrisa.

Contri destacou que ainda não há registro de queda na produção com relação à falta de chuva. Segundo o engenheiro agrônomo as chuvas registradas no final de 2017,supriram o déficit hídrico. “O que se observa é que a cultura está em pleno progresso com 84% das lavouras de soja estão em fase de desenvolvimento vegetativo, 15% em estado de floração e 1% em fase de enchimento de grãos”, afirmou Contri acrescentando que este 1% representa das lavouras em que o produtor adiantou o plantio para setembro.

O gerente-técnico da Cotrisa informou que a sanidade das lavouras também está boa na região e sem pressão de doenças. “Mesmo assim, o produtor deve ficar atento e realizar vistorias nas áreas plantadas pelo menos duas vezes na semana, verificando com o técnico qual a melhor maneira de manejo de controle de pragas e doenças”.

Contri disse ainda que no estágio de desenvolvimento vegetativo da soja, o produtor precisa estar atento, principalmente, ao aparecimento de lagartas e da ferrugem. “Como estão sendo registradas noites mais frias, e madrugadas com intensa formação de orvalho, gera um clima propício para ocorrência de doenças como a ferrugem”.

Ainda de acordo com o engenheiro agrônomo nesta safra estão sendo cultivados, aproximadamente, 40 mil hectares de soja em Santo Ângelo e a previsão é que se tenha uma colheita de 53 sacas por hectares. “Esta é uma média histórica”, destacou.

Com relação às lavouras de milho, Contri esclareceu que cerca de 50% dos 4,2 mil hectares cultivados já foram colhidos. E a média de produtividade é boa, ficando entre 120 e 130 sacas por hectare.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.