Na abertura do returno, Inter sufoca e derrota Furacão por 2 a 0

Valdívia e Paulão marcaram os gols da equipe colorada
Lucas de Campos 23 agosto, 2015 Fonte:

O Inter precisou de pouco tempo para abrir o placar da partida contra o Atlético-PR, com gol de Valdívia, diante de vinte e dois mil torcedores no Beira-Rio. Criando muitas chances, o resultado de 2 a 0, no entanto, pode até ser considerado magro para a torcida colorada. Weverton, goleiro do time paranaense, brilhou e defendeu até pênalti cobrado pelo argentino D'Alessandro.

Com a vitória, subiu para a 10ª colocação, com 28 pontos. No domingo (30), o adversário será o Avaí, na Ressacada, às 11h. Antes disso, o compromisso é contra o Ituano, pela Copa do Brasil, na quinta-feira (27), às 20h. O Atlético-PR, 8º colocado com 30 pontos, recebe o Goiás, na Arena da Baixada, no domingo (30), às 18h30.

PRIMEIRO TEMPO

Quem chegou atrasado ao Beira-Rio provavelmente perdeu o belo gol que deu a vitória à equipe de Argel Fucks. Em apenas três minutos de partida, o placar já estava alterado.

Partindo para o ataque desde o início da partida, o Inter teve nos pés de D'Alessandro o começo da jogada que resultou no gol colorado. Após receber lançamento do camisa 10,Valdívia dominou, cortou o seu marcador e finalizou sem chances para Weverton.

Sasha, aos 8 minutos, quase ampliou o placar, após boa jogada pelo lado direito de Léo, mas parou no goleiro adversário. Bombardeado pelo ataque colorado, o arqueiro rubro-negro ainda salvou sua equipe mais duas vezes antes dos 10 minutos em finalizações a queima-roupa de Vitinho e Valdívia.

Escapando de uma goleada nos primeiros momentos da partida, restou ao Atlético-PR buscar equilibrar as ações do duelo. Sem ameaçar o goleiro Álisson, no entanto, a equipe paranaense viu o Inter chegar novamente com perigo aos 33 minutos, quando Léo passou por dois adversários, cruzou para Sasha e o zagueiro Bruno Pereirinha afastou para escanteio.

O goleiro colorado trabalhou pela primeira vez aos 41, em finalização sem perigo de fora da área. O 1 a 0 persistiu até o fim da primeira etapa.

SEGUNDO TEMPO

A figura da partida mudou pouco. Os primeiros minutis foram novamente dominados pela equipe colorada. Aos 6 minutos, Vitinho encarou a marcação do zagueiro Kadu. Fez boa jogada, invadiu a área e foi empurrado. Pênalti marcado.

O responsável pela cobrança foi D'Alessandro. Em fase ruim, no entanto, o argentino viu Weverton defender sua finalização. 

Insistindo pelo segundo gol, a postura do time de Argel não mudou após o desperdício da penalidade. Valdívia, aos 12, assustou a equipe paranaense em voleio que passou ao lado do gol.

Aos 17, Vitinho fez bela jogada e arriscou de longe. A bola encobriu Weverton e por pouco não entrou. Três minutos depois, Léo teve uma grande chance ao ficar de frente para o goleiro do Atlético-PR, mas finalizou na rede pelo lado de fora. Aos 23, foi a trave que impediu que a vantagem colorada ficasse maior após chute de Sasha.

Com extremas dificuldades para marcar, o zagueiro Paulão foi para a área. Em escanteio cobrado por D'Alessandro, Rodrigou Dourado desviou de cabeça. A bola sobrou para o defensor colorado, que, aos 24 minutos, enfim marcou o segundo gol colorado.

A reação do clube paranaense não apareceu. Apenas aos 40 minutos, Walter levou perigo, mas Alisson garantiu a vitória sem levar gols.

FICHA TÉCNICA

Árbitro: Raphael Claus

Estádio: Beira-Rio

Público: 22.393

Inter: Alisson, Leo, Paulão, Ernando e Geferson: Rodrigo Dourado, Nilton, D'Alessandro e Sasha (Wellington); Valdívia e Vitinho. TÉC: Argel Fucks.

Atlético-PR: Weverton, Bruno Pereirinha (Walter), Gustavo, Kadu e Sidcley; Otávio, Hernani, Bruno Mota (Marcos Guilherme) e Nikão; Douglas Coutinho (Ewandro) e Cléo.TÉC: Milton Mendes.

Gols: Valdívia (I); Paulão (I)

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.