Municípios da AMM registram queda no retorno de tributos

NULL
Lucas de Campos 16 março, 2015 Fonte:

Diante do baixo desempenho da economia brasileira, medidas de ajuste fiscal que estão sendo implementadas pelos governos federal e estadual, queda nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios( FPM) e do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), a palavra de ordem das prefeituras continua sendo uma só: Prudência.Comparado a janeiro e fevereiro do ano passado, 2015 começou com prejuízo de R$ 24 milhões para as prefeituras gaúchas, inclusive nos 26 municípios missioneiros, de acordo com levantamento realizado pela Federação das Associações de Municípios do RS (Famurs). E o cenário de ajuste econômico que se apresenta para os próximos meses determina que os gestores municipais tenham muita cautela no planejamento das ações, levando em consideração também o aumento da inflação.O montante da perda corresponde à soma dos repasses de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços e Fundo de Participação dos Municípios para todas as prefeituras do Rio Grande do Sul. No ICMS, houve uma retração de 2,3% em relação a 2014, totalizando menos R$ 733 milhões. O desempenho do FPM não foi diferente. Apresentou redução de 0,7% neste ano, na comparação com 2014, quando o repasse foi de R$ 895 milhões.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.