Municípios da AMM formam comissão para analisar situação do HSA

Sepé Tiaraju 1 junho, 2019 Fonte: AMM

Na quarta-feira, dia 29 de maio, reuniram-se na Sede da AMM Prefeitos e Secretários Municipais de Saúde para discutir a atual situação do Hospital Santo Ângelo e a solicitação de um aporte de recursos de cada município para que esse hospital continue o atendimento.

O presidente da AMM, Prefeito de Santo Antônio das Missões, saudou a todos e agradeceu a pronta resposta ao convite para reunião de hoje. Afirmou desde o início de sua fala que há uma preocupação com relação a situação do Hospital Santo Ângelo, que vem chamando os municípios para um repasse maior de recursos com a possibilidade de fechamento dos serviços oferecidos, caso haja uma resposta negativa. Que haja um diálogo sobre a situação do hospital regional, como cada município entende que deveria dar sua contribuição.

Bruno Hesse, vice-prefeito de Santo Ângelo e ex-provedor do Hospital Santo Ângelo, e conhecedor de todos os problemas que passam todos os hospitais filantrópicos que atendem mais de 80 % de paciente do SUS. Pois a tabela SUS não cobre nem a metade do atendimento feito ao paciente hospitalizado. Um outro grande problema é quando o governo do estado passou a tabela do IPÊ para o hospital da Unimed e ficando o SUS apenas para Hospital Santo Ângelo. Dizer que os repasses deveriam ser pelo número de habitantes é complexo já que mesmo tendo os pequenos hospitais, somente são encaminhados para o hospital regional o doente em fase terminal, causando uma grande conta. Atualmente o hospital está trabalhando com déficit, com grande prejuízo, e necessita desta ajuda dos municípios para continuar atendendo. Já não tem mais dinheiro nem mesmo para o pagamento da folha de pagamento, correndo o risco de fechar alguns serviços. Há uma demanda de atendimento de média e alta complexidade que precisa continuar. Uma solução seria a atualização da tabela do SUS, por isso é necessário unir forças para solicitar o apoio dos representantes na Câmara Federal.

Iury Sommer Coordenar Regional de Saúde, manifestou-se dizendo “que estamos à beira de um colapso na saúde. O sistema não está funcionando como deveria. Foi buscado essa regionalização, serviços novos para o Hospital Santo Ângelo, na esperança de que a situação do hospital melhorasse com a entrada de mais recursos. Desde 2007 falamos que a tabela SUS precisa ser aumentada. Há muita fala que a saúde é prioridade, porém na prática não está acontecendo nada para mudar essa situação. É necessário de um investimento urgente na saúde. Sobre os repasses do estado para os municípios, porém ainda não há uma proposta clara. Somente o que está sendo cumprido é o parcelamento, que já está empenhado.”

Nas manifestações dos Secretários de Saúde presentes, foi destacado a importância do trabalho do Hospital santo Ângelo para toda região, porém não há recursos disponíveis nos municípios para mais esse repasse. No último congresso de saúde realizado em Porto Alegre representantes regionais indagaram ao Ministério da Saúde e Governo do Estado sobre o que está sendo feito para a melhoria da saúde nos municípios. Sobre o Hospital Santo Ângelo, essa ameaça de fechamento não é novidade, e a cada dia os secretários recebem essa reclamação. Que não é todos os membros da administração do hospital que sabem desta solicitação de recurso aos municípios. Se repassar mais recursos para o hospital, vamos ter que parar com a atenção básica. A única providência que poderia realmente evitar o fechamento das casas de saúde é a revisão na tabela do SUS.

O presidente Puranci definiu que seja nomeada uma comissão para estudar essa proposta, rever o contrato e buscar uma solução para este problema e posteriormente dar uma resposta aos prefeitos e ao Hospital Santo Ângelo.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 26 junho, 2019

    Câmara de Turismo do Paraguai visita às Missões

    Uma equipe técnica da Câmara Municipal de Turismo do Paraguai está passando por vários municípios, ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 25 junho, 2019

    Morre o professor Luiz Trevisan

    Morreu, na noite desta terça-feira, 25, o professor Luiz Trevisan que iniciou sua carreira no ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 25 junho, 2019

    Clube dos Desbravadores da IASD recebe homenagem do Poder Legislativo

    Requerida pelo presidente da Câmara de Vereadores, Dionísio Faganello (DEM), uma Sessão Especial realizada na ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.