Municípios começam 2015 com perdas de R$ 24 milhões

NULL
Lucas de Campos 6 março, 2015 Fonte:

O primeiro bimestre de 2015 apresentou um balanço negativo para as receitas dos municípios gaúchos. Em relação à janeiro e fevereiro do ano passado, as prefeituras gaúchas acumularam um prejuízo de R$ 24 milhões. O montante corresponde à soma das perdas nos repasses de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Com relação ao ICMS, houve uma retração de 2,3% em relação à 2014, totalizando R$ 733 milhões. Já nos dois primeiros meses do ano passado, a parcela do imposto transferida aos municípios gaúchos havia atingido um montante de R$ 751 milhões. Ou seja, R$ 18 milhões a menos de receita em 2015.

O desempenho do FPM não foi diferente. Apresentou redução de 0,7% neste ano, na comparação com 2014, quando o repasse foi de R$ 895 milhões. Em 2015, o volume transferido pelo governo federal ao caixa das prefeituras do Rio Grande do Sul chegou a R$ 889 milhões. Um prejuízo de R$ 6 milhões.

Para o presidente da Famurs e prefeito de Tapejara, o quadro financeiro demonstra uma estagnação da economia. “O custo de manutenção do serviço público aumentou porque as despesas aumentaram. Aumentaram os salários, tivemos reajustes nos preços dos combustíveis e da energia elétrica”, exemplificou Menegaz. “Porém, a arrecadação não cresceu, e os municípios já estão tendo que fazer economia para ajustar as contas”, alertou.

Veja aqui a nota técnica elaborada pela área de Receitas Municipais da Famurs. 

Receita ICMS 2014 ICMS 2015 Variação
Janeiro R$ 360.156.290,00 R$ 383.830.614,94 6,57%
Fevereiro R$ 390.914.227,00 R$ 349.775.015,80 – 10,52%
Total R$ 751.070.517,00 R$ 733.605.630,74 – 2,33%

 

Receita FPM 2014 FPM 2015 Variação
Janeiro R$ 432.893.608,21 R$ 439.910.213,64 1,62%
Fevereiro R$ 462.267.057,37 R$ 449.060.346,08 – 2,86%
Total R$ 895.162.679,58 R$ 888.972.574,72 – 0,69%

  Famurs Assessoria de Comunicação Social

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.