Múmia egípcia é identificada em Cerro Largo

Foto: Édison Hüttner/PUCRS
Sepé Tiaraju 30 maio, 2019 Fonte: G1

A cabeça de uma múmia que integra o acervo de um museu no interior do Rio Grande do Sul foi identificada como de uma mulher egípcia, que viveu há 2,5 mil anos. A múmia de Iret-Neferet estava no Centro Cultural 25 de Julho, em Cerro Largo, Noroeste do Rio Grande do Sul, há mais de 30 anos, sem que ninguém soubesse sua origem.

Segundo o professor Édison Hüttner, que participa do grupo de pesquisadores da PUCRS e do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ) que estuda a peça, é a primeira descoberta de uma múmia egípcia no Brasil no século 21. Em 1995, estudiosos da área identificaram a múmia Tothmea, em Curitiba, que está resguardada no Museu Egípcio e Rosacruz.

Depois do incêndio no Museu Nacional, no Rio de Janeiro, são os dois únicos exemplares de múmias egípcias conhecidas no país, salienta o professor. A tragédia acabou destruindo seis múmias que haviam sido compradas pela família imperial.

Hüttner conta que encontrou a cabeça quando esteve no Centro Cultural, em 2017, em busca de materiais para outra pesquisa: a que identificou a imagem de São Nicolau, um dos mais antigos exemplos de arte missioneira do Rio Grande do Sul. “Também tem estátuas missioneiras no museu. Estando por ali, vi a cabeça e pensei que poderia ser uma múmia”, lembra.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 junho, 2019

    Período de matrículas da FASA segue até o dia 24

    A Faculdade Santo Ângelo (FASA) está com o período de matrículas aberto nesta semana. Aprovados ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 17 junho, 2019

    URI e Rotary Cruz de Lorena mobilizam para a campanha “Hepatite Zero”

    A URI Santo Ângelo e o Rotary Clube Cruz de Lorena promovem, dia 24 de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 5 junho, 2019

    Cursos da área de Computação da URI promovem o 28º SITIS

    Divulgar a produção científica regional na área de computação, proporcionando um ambiente para a troca ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.