Mulher árabe acorda após 27 anos em coma

Sepé Tiaraju 24 abril, 2019 Fonte: AFP

Uma mulher dos Emirados Árabes Unidos voltou à consciência depois de 27 anos em coma profundo depois de uma séria lesão cerebral, informou seu filho nesta quarta-feira dizendo que nunca perdeu a esperança de ver sua mãe acordar. Mounira Omar tinha 32 anos quando sofreu um acidente de trânsito em 1991, levando seu filho para a escola na cidade de al-Ain. Omar, o filho, sobreviveu ao acidente e pôde ver sua mãe acordar quase três décadas depois, em um hospital na Alemanha, para onde ela havia sido transferida.

“Sempre achei que a saúde da minha mãe melhoraria”, disse Omar, de 32 anos, à AFP em entrevista por telefone. “Muitos médicos nos disseram para não esperar muito depois de 15 ou 20 anos em coma, mas eu nunca aceitei isso”, acrescentou. “Tudo está nas mãos de Deus e eu nunca perdi a esperança”, disse ele.

Agora com 60 anos, Mounira está em estado estável, fazendo tratamento e fisioterapia nos Emirados Árabes Unidos. Ela acordou inexplicavelmente em maio de 2018, mas sua família preferiu não divulgar informações por respeito à sua privacidade.

“Queríamos que sua condição se estabilizasse antes de divulgarmos nossa experiência” e compartilhá-la com outras pessoas na mesma situação, explicou Omar.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2019

    Estudo mostra que adolescentes de faixas carentes estão mais obesos

    Adolescentes residentes no Brasil, de faixas mais pobres da população, estão mais obesos e ainda ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2019

    Inflação da construção civil é de 0,35% em junho

    O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 julho, 2019

    Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 7,5 milhões na próxima quinta

    O concurso 2167 da Mega-Sena não teve acertadores nos seis números sorteados nesta terça-feira (9): 27, ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.