Moro adia para depois das eleições depoimento de Eduardo Cunha

Sepé Tiaraju 3 outubro, 2018 Fonte: Agência Brasil

O juiz Sérgio Moro adiou para depois do segundo turno das eleições gerais de outubro o depoimento do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB/RJ), no âmbito da operação Lava Jato. O depoimento, que estava marcado para hoje (3), foi adiado para o dia 31 de outubro às 14h. O segundo turno das eleições está previsto para o dia 27 de outubro.

Na decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba, o juiz acatou pedido da defesa de Cunha para adiar o depoimento. Segundo o despacho de Moro, a defesa do ex-deputado afirma que “os quesitos complementares formulados pela Defesa ainda não foram respondidos pelo perito e, igualmente, que o interrogatório do acusado pode ser utilizado para prejudicar a campanha de sua filha, Danielle Cunha, para o cargo de Deputada Federal pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB)”.

Na decisão tomada, o juiz Sérgio Moro intima o delegado da Polícia Federal Felipe Hideo Hayashi “para que esclareça quanto à apresentação do laudo complementar” após o fim do prazo de 15 dias para apresentação dos quesitos complementares.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 11 dezembro, 2018

    Senadores e deputados federais são alvos de operação da PF

    A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público cumprem hoje (11) 24 mandados de busca e apreensão, ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 dezembro, 2018

    Em diplomação, Bolsonaro pede confiança daqueles que não votaram nele

    No discurso de diplomação, o presidente eleito, Jair Bolsonaro, prometeu hoje (10) governar para todos, sem qualquer distinção ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 9 dezembro, 2018

    Bolsonaro proporá alteração no sistema de votação eleitoral

    O presidente eleito, Jair Bolsonaro, disse neste sábado (8) que proporá ao Congresso Nacional uma ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.