Moro adia para depois das eleições depoimento de Eduardo Cunha

Sepé Tiaraju 3 outubro, 2018 Fonte: Agência Brasil

O juiz Sérgio Moro adiou para depois do segundo turno das eleições gerais de outubro o depoimento do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB/RJ), no âmbito da operação Lava Jato. O depoimento, que estava marcado para hoje (3), foi adiado para o dia 31 de outubro às 14h. O segundo turno das eleições está previsto para o dia 27 de outubro.

Na decisão da 13ª Vara Federal de Curitiba, o juiz acatou pedido da defesa de Cunha para adiar o depoimento. Segundo o despacho de Moro, a defesa do ex-deputado afirma que “os quesitos complementares formulados pela Defesa ainda não foram respondidos pelo perito e, igualmente, que o interrogatório do acusado pode ser utilizado para prejudicar a campanha de sua filha, Danielle Cunha, para o cargo de Deputada Federal pelo partido Movimento Democrático Brasileiro (MDB)”.

Na decisão tomada, o juiz Sérgio Moro intima o delegado da Polícia Federal Felipe Hideo Hayashi “para que esclareça quanto à apresentação do laudo complementar” após o fim do prazo de 15 dias para apresentação dos quesitos complementares.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 22 fevereiro, 2019

    Carmem Flores repassou verba para filha e neta

    Candidata ao Senado e presidente estadual do PSL gaúcho durante o último processo eleitoral, a ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 fevereiro, 2019

    Leite pede no STF prioridade para julgar causa tributária de R$ 500 milhões

    A última agenda do governador Eduardo Leite em Brasília, na quarta-feira (20), foi uma reunião ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 fevereiro, 2019

    Deputado Perondi é escolhido vice-líder do governo Bolsonaro na Câmara

    O deputado federal gaúcho, Darcísio Perondi, pelo MDB, com base eleitoral em Ijuí, é o ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.