Mickey Mouse e Minnie completam 90 anos

Sepé Tiaraju 18 novembro, 2018 Fonte: GaúchaZH

Em 18 de novembro de 1928, Mickey Mouse estreou nos cinemas com o filme “Steamboat Willie” (Willie do Barco a Vapor). Com quase oito minutos de duração, o desenho animado era até musicado. O arqui-inimigo Bafo de Onça e a adorada Minnie Mouse já faziam parte do show. Público e imprensa ficaram entusiasmados. O “New York Times” escreveu: “Um trabalho divertido e com muita imaginação”.

Considerando a fama que Mickey tem atualmente, é difícil imaginar que ele e seu criador tiveram um começo tão conturbado. A história do ratinho tem início, na verdade, com um coelho chamado Oswald. Também conhecido como o Coelho Sortudo, Oswald foi criado por Disney em 1927, quando a empresa dele e do irmão Roy, a Disney Brothers Studio, tinha materiais distribuídos pela Universal Pictures. A criação de Disney foi um sucesso, e a Universal encomendou uma leva de curtas-metragens.

Em 1928, quando Disney foi negociar um novo contrato, os chefes do estúdio disseram que haviam contratado todos os funcionários da Disney Brothers Studio e se apoderado dos direitos de Oswald, por meio de uma brecha no contrato. Walt e Ub Iwerks, o único animador que permaneceu com os irmãos Disney, receberam ofertas para continuar com a Universal, mas com salários e posições menores.

Walt e Ub passaram a trabalhar intensamente para achar um substituto para Oswald. Com orelhas mais curtas e uma barriguinha maior, o coelho foi transformado em um rato, Mortimer Mouse. A mulher de Disney, Lilian, não gostou do nome e sugeriu que o marido pensasse em algo mais amigável. Assim, surgiu Mickey, pronto para a estreia. Os primeiros dois curtas, Plane Crazy e Mickey, The Gallopin’ Gaucho, não tiveram muito reconhecimento – nenhum distribuidor quis comprá-los. Mas quando Steamboat Willieapresentou o personagem como um marinheiro animado, o sucesso foi enorme, marcando também a estreia de Minnie Mouse. Desde então, o casal conquista o coração de gerações. Em 1937, o estúdio produzia quase 12 animações por ano, com o próprio Disney dublando o ratinho.

Em 1940, Mickey fez sua estreia em longas-metragens como um aprendiz de feiticeiro, em Fantasia. O ano de 1955 foi outro grande marco na história do personagem e de Walt. O programa de variedades Clube do Mickey Mouse chegava nas TVs americanas junto à abertura da Disneyland, parque temático em Anaheim, na Califórnia. Enquanto os grandes clássicos da Walt Disney Studios – como CinderelaPeter Pan e Bela Adormecida – eram produzidos, Mickey teve uma pequena aposentadoria. Entre o curta de 1953, The Simple Things, e o filme Mickey’s Christmas Carol, de 1983, a participação do rato nas telas foi limitada. Get a Horse!, de 2013, marcou o retorno do ratinho aos curtas-metragens. Exibido nos cinemas com o filme Frozen, a produção usou áudios de arquivo de Walt Disney para a voz do ratinho.

Com 22 curtas, oito longas e inúmeras participações especiais, o personagem é a cara e o coração da Disney.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 12 dezembro, 2018

    Mega-Sena sorteia hoje prêmio de R$ 36 milhões

    A Mega-Sena sorteia hoje (12) o prêmio de R$ 36 milhões. O concurso 2.106 será ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 12 dezembro, 2018

    Assembleia Legislativa aprova parcelamento do 13º de servidores estaduais

    A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão realizada na tarde de terça-feira, o Projeto de Lei ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 11 dezembro, 2018

    Câmara aumenta pena de maus-tratos contra animais

    A Câmara dos Deputados aprovou nesta tarde (11) o projeto de lei que aumenta pena ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.