Manifestações marcaram passagem de lula em Bagé

A manifestação contra a presença do ex-presidente Lula em Bagé terminou no início da tarde . Foto: Internauta/facebook
bernardi 19 março, 2018 Fonte: NOTÍCIAS AGRÍCOLAS/CARLA MENDES

A manifestação de mais de duas mil pessoas, entre elas muitos produtores rurais, contra a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva em Bagé, no Rio Grande do Sul, terminou no início da tarde desta segunda-feira (19) sem confrontos. A caravana do ex-presidente – que conta também a presença da ex-presidente Dilma Rousseff – deu início a uma viagem de 10 dias pela região Sul do Brasil, começando pelo município, e mais lideranças já se organizam nas demais cidades para protestar. Depois de Bagé a equipe se dirige a Santana do Livramento.
Manifestantes pró-Lula até tentaram, segundo relatos de produtores que estiveram na concentração do protesto, iniciar um conflito, jogando pedras nos produtores, porém, a confusão logo foi contida pela Brigada Militar. Duas pessoas que protestavam a favor de Lula saíram do local algemadas.
O protesto contou ainda com mais de 300 tratores e caminhões, além do boneco Pixuleco que representa Lula vestido de presidiário dentro de uma cela, içado por um guindaste. O grito de ordem era “Bagé não, Lula ladrão”.
Do alto de um trio elétrico, o ex-presidente falou sobre a importância da Unipampa e dos investimentos em educação. No entanto, demonstrou também o que pensa sobre o agronegócio nacional. “Investir em educação não é gasto, investir em educação é uma necessidade. Porque o Brasil não quer ser eternamente exportador de soja, o Brasil quer ser exportador de inteligência. É por isso que fiz questão de vir aqui”, disse aos apoiadores.
Ao seu lado, Dilma Rousseff também se manifestou sobre o agro, dizendo que as gestões do PT foram as que mais disponibilizaram recursos para o setor, contribuindo, inclusive com medidas de reforma agrária para pequenos agricultores e assentados.
Para o presidente do Sindicato Rural de Bagé, Rodrigo Borba Móglia, essa visita é mais um movimento de pressão para retardar e evitar a prisão de Lula. Afinal, Lula poderia ser preso ainda durante a viagem desta caravana, uma vez que a 8ª Turma do Tribunal Regional Federal (TRF-4), com sede em Porto Alegre, julga um último recurso que poderia esgotar a segunda instância para o político. O julgamento acontece no dia 26.
“É uma pressão, mas de outro lado, nós estamos pressionando para que ele seja preso. E se isso vier a acontecer (ele não for preso), teremos uma comoção social no país. Isso é uma afronta à Justiça, uma afronta à democracia se esse bandido não for para a cadeia. Se o STF afrouxar neste momento estará dando uma demonstração clara de covardia. É inaceitável o STF se dobrar à pressão política, já que tem que se ater à lei, tendo a clarividência de fazer a justiça igual para todos”, diz Borba em entrevista ao Notícias Agrícolas.
As duas opções seguintes de Lula são recursos da condenação no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e no Supremo Tribunal Federal (STF). Enquanto isso, sua equipe segue em tratativas para evitar a detenção.
“Avançam as articulações de ministros do Supremo para, em tratativas com a defesa do ex-presidente Lula, acabar com a prisão após condenação em segunda instância e mudar os rumos da Lava Jato. Como a presidente Cármen Lúcia mantém firmemente sua palavra de não colocar a questão em pauta, a solução que emerge é criativa e sofisticada”, explicou a jornalista Eliane Catanhêde em uma matéria no Estadão.
E completa dizendo “Cármen Lúcia foi chamada para uma reunião na próxima terça-feira, provavelmente para discutir a idéia de, em vez da segunda instância, o plenário autorizar o cumprimento da pena após condenação no STJ. A prisão de Lula seria adiada por muitos meses, caso mantida; os presos após a segunda instância entrariam com habeas corpus; os futuros condenados respirariam aliviados. E a Lava Jato? O que fez, fez; o que não fez, só fará em parte”.
Os próximos municípios a serem visitados por Lula e sua caravana no Rio Grande do Sul são Santana do Livramento ainda nesta segunda-feira, Santa Maria na terça (20), São Borja na quarta (21), São Miguel das Missões, Cruz Alta e e Palmeira das Missões na quinta (22) e Ronda Alta, Pontão, Passo Fundo e Porto Alegre na sexta-feira (23).

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Bolsonaro e filhos reagem às denúncias de fake news nas redes sociais

    O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, deixou hoje (19) para os ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 outubro, 2018

    Datafolha: Bolsonaro tem 59% dos votos válidos; Haddad tem 41%

    Pesquisa do Instituto Datafolha, divulgada na quinta-feira (18), indica que o candidato Jair Bolsonaro (PSL) ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 outubro, 2018

    Defesa de Temer pede ao STF anulação de indiciamento promovido pela PF

    A defesa do presidente Michel Temer pediu ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.