Justiça da Austrália condena cardeal acusado de crimes sexuais

Remo Casilli/File Photo
Sepé Tiaraju 13 março, 2019 Fonte: Agência Brasil

A Justiça da Austrália condenou hoje (13) o cardeal George Pell, de 77 anos, a seis anos de prisão por crimes sexuais contra crianças. Para o juiz Peter Kidd, o religioso não mostrou nenhum remorso pelos crimes. Ele cumprirá pena em regime fechado em uma prisão australiana.

O cardeal ocupou funções importantes no Vaticano, mas foi afastado quando vieram à tona as denúncias de que ele molestou dois meninos na Catedral de St. Patrick, em Melbourne, nos anos 90.

Pell foi condenado por obrigar os meninos de 13 anos a fazer sexo oral com ele na sacristia dos padres da Catedral de San Patrick, na qual era arcebispo. Um sobrevivente do abuso permanece vivo, o outro morreu de overdose de heroína.

Ao proferir a sentença, o juiz disse que Pell levou uma “vida sem culpa”.

Em declaração lida por advogados, uma das vítimas disse que era “difícil” consolar-se com a sentença. Segundo ele, não havia descanso.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 23 maio, 2019

    Aposta no interior de São Paulo leva prêmio de quase R$ 12 milhões na Mega Sena

    Uma aposta feita em Aramina, no interior de São Paulo, levou o prêmio de R$ ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Clientes de baixa renda são os que mais reestruturam dívidas de cartão

    Os clientes de bancos de baixa renda são os que mais recorrem à reestruturação de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 21 maio, 2019

    Comissão derruba portaria que limita acesso à mamografia no SUS

    A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado (CAE) decidiu nesta terça-feira (21) derrubar a Portaria ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.