Justiça da 45ª Zona Eleitoral realiza reunião com os representantes de partidos políticos

Luis Carlos Rosa - Foto: Cristiano Devicari/AT
Sepé Tiaraju 6 setembro, 2018 Fonte: A Tribuna

O juiz eleitoral Luis Carlos Rosa, o promotor eleitoral, Júlio César Ma­ggio Stürmer e a chefe do Cartório Eleitoral, Marivani Medeiros, or­ganizaram o encontro com o objetivo de passar aos presentes no auditó­rio do Ministério Públi­co orientações relativas às campanhas. Rosa se ausentou devido a um problema de saúde na fa­mília.

Luis Carlos Rosa concedeu entrevista ao programa Aldeia Global da Rádio Sepé, quando falou a respeito do teor da reunião. De acordo com Rosa, como o plei­to está próximo e existe muita polêmica em tor­no dos acontecimentos, especialmente na esfera nacional, é importante que seja feito esse diá­logo. Ainda de acordo com o juiz, a expectati­va do Tribunal Regional Eleitoral-TRE-RS é de uma grande participa­ção do eleitorado. “É im­portante o eleitor ter a consciência de exercer a cidadania e reger os ru­mos do país e do Estado”, salienta.

Rosa ressalta que sempre é realizada reu­nião como a de ontem para orientar os repre­sentantes dos partidos e coordenadores, lem­brando da legislação e de suas implicações. “Nossa intenção é deixar as coi­sas mais claras possíveis. Esclarecendo que a Jus­tiça Eleitoral local tem um papel mais de poder de polícia imediato em casos de descumprimen­to da lei.As questões são julgadas pelo TRE”, afir­mou Rosa.

REDES SOCIAIS

Luis Carlos Rosa afir­ma que o que mais pre­ocupa nesse momento é a questão referente ao uso da internet, especialmente as chamadas redes sociais. “Essa é a preocupação dos tribunais. Ainda não temos muito controle sobre isso e os chamados fake news es­tão aí”, observa.

O magistrado desta­ca que as características das campanhas mudaram com a chegada de novas tecnologias. Segundo ele, a “disputa virtual” exige muita atenção, pois nem tudo que se publica nes­sas redes nem sempre é verdade. Além disso, qualquer conteúdo que seja considerado impró­prio não pode ser retira­do imediatamente devido aos complicadores legais, aos compartilhamentos e republicações.

Por outro lado, Rosa acredita que a eleição será mais limpa em termos de distribuição de materiais impressos.”É uma cam­panha sem recursos, com poucas doações. Por isso tende a ser mais limpa no sentido de materiais res­tritos. Não deverá haver a extravagância que acom­panhamos nas últimas campanhas”.

TRANSMISSÃO

DE DADOS

Sobre o processo de apuração, Rosa afirma que deverá ser nova­mente muito rápido. Isso porque, um sistema de transmissão direta de da­dos das seções para o TRE será usado neste ano.

“É um sistema via in­ternet, que permite mais agilidade na transmissão desses dados e na com­putação geral dos resul­tados. Vale lembrar que temos seções muito dis­tantes”, conclui.

Representantes dos partidos políticos foram orientados sobre a legislação eleitoral

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 13 dezembro, 2018

    RGE trocou 272 postes em Guarani das Missões de janeiro a setembro

    A Rio Grande Energia (RGE) concluiu importantes obras na rede elétrica de Guarani das Missões ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 13 dezembro, 2018

    Homem morre eletrocutado em Coronel Bicaco

    Um homem morreu eletrocutado, por volta das 15, de quarta-feira, 12,  em uma rede de ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 13 dezembro, 2018

    Mulheres realizam manifesto em São Nicolau contra o feminicídio

    Mais de 100 pessoas com cartazes fizeram caminhada contra o feminicídio em São Nicolau. O ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.