Fraude no leite: Justiça condena 16 pessoas no RS

Sepé Tiaraju 31 julho, 2018 Fonte: Correio do Povo

A Justiça de Santa Catarina condenou, na última semana, 16 pessoas por fraudes e adulterações no leite. As investigações apontaram que uma empresa catarinense, que tinha uma filial no Rio Grande do Sul, adicionava soda cáustica ao leite cru para mascarar o padrão de qualidade. O produto era distribuído em SC, RS e em São Paulo, para empresas como a Nestlé e Danone.

As condenações foram por adulteração de produtos alimentícios, crimes contra as relações de consumo e falsidade ideológica. Os dois sócios-gerentes da Laticínios Mondaí – que comandavam o esquema criminoso – foram condenados, cada um, a 16 anos de prisão em regime fechado. O gerente da empresa teve pena estipulada em 13 anos e meio de detenção. Os demais 13 integrantes da organização tiveram penas que variam entre dois e 11 anos de prisão.

De acordo com a investigação, a organização criminosa adicionava soda cáustica e peróxido de hidrogênio ao leite cru, já dentro dos caminhões, para mascarar o padrão de qualidade tanto para os fiscais agropecuários como para os destinatários finais. Existia um sistema de alerta de fiscalização e formas de armazenar clandestinamente os insumos para a adulteração.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 15 agosto, 2018

    Empresas contratadas pelo governo deverão reservar vagas para presos

    Empresas cujos contratos assinados com o governo federal superem R$ 330 mil anuais serão obrigadas ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 agosto, 2018

    Assembleia aprova projeto para reforçar a Segurança Pública no RS

    O projeto que cria o Programa de Incentivo ao Aparelhamento da Segurança Pública do Estado ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 15 agosto, 2018

    Soja opera com leve baixa nesta 4ª feira

    O mercado internacional da soja volta a recuar nesta quarta-feira (15) na Bolsa de Chicago. ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.