Fraude no leite: Justiça condena 16 pessoas no RS

Sepé Tiaraju 31 julho, 2018 Fonte: Correio do Povo

A Justiça de Santa Catarina condenou, na última semana, 16 pessoas por fraudes e adulterações no leite. As investigações apontaram que uma empresa catarinense, que tinha uma filial no Rio Grande do Sul, adicionava soda cáustica ao leite cru para mascarar o padrão de qualidade. O produto era distribuído em SC, RS e em São Paulo, para empresas como a Nestlé e Danone.

As condenações foram por adulteração de produtos alimentícios, crimes contra as relações de consumo e falsidade ideológica. Os dois sócios-gerentes da Laticínios Mondaí – que comandavam o esquema criminoso – foram condenados, cada um, a 16 anos de prisão em regime fechado. O gerente da empresa teve pena estipulada em 13 anos e meio de detenção. Os demais 13 integrantes da organização tiveram penas que variam entre dois e 11 anos de prisão.

De acordo com a investigação, a organização criminosa adicionava soda cáustica e peróxido de hidrogênio ao leite cru, já dentro dos caminhões, para mascarar o padrão de qualidade tanto para os fiscais agropecuários como para os destinatários finais. Existia um sistema de alerta de fiscalização e formas de armazenar clandestinamente os insumos para a adulteração.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 10 dezembro, 2018

    Metade de inscritos com direito à nova prova consultam Enem

    Cerca da metade dos 2,7 mil inscritos com direito a reaplicação do Exame Nacional do ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 dezembro, 2018

    PRF prende homem por porte ilegal de arma de fogo na BR 285 em Entre-Ijuís

    Na manhã de sábado (08), a PRF prendeu um homem por porte de revólver calibre ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 10 dezembro, 2018

    Dia de Campo enfatiza Gestão da Propriedade em São Miguel das Missões

    Com o propósito de compartilhar experiências e conhecimentos técnicos construídos com vistas à sustentabilidade nas ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.