Jogo contra o Inter marca a despedida de técnico do Emelec na Libertadores

NULL
Lucas de Campos 4 março, 2015 Fonte:

Gustavo Quinteros assumirá a seleção equatoriana nos próximos dias

O Emelec passará por uma reformulação entre as duas partidas contra o Inter, pela Libertadores. O jogo desta quarta-feira, no Beira-Rio, será o último do técnico Gustavo Quinteros à frente da equipe na competição continental — e o penúltimo em qualquer torneio. Depois, ele assume a seleção do Equador — quando chegou ao clube, em meados de 2012, assinou o contrato com uma cláusula que permitia a sua saída em caso de convite do time nacional.

Quinteros joga no Beira-Rio para deixar o Emelec em uma boa situação na Libertadores. A equipe lidera o grupo 4, com seis pontos. Inter e The Strongest têm três, enquanto a Universidad de Chile ainda não pontuou. Ou seja, se o time equatoriano não perder em Porto Alegre, fica em uma situação confortável dentro do grupo — especialmente porque faz dois jogos em casa no returno.

O atacante Ángel Mena afirmou ao jornal equatoriano El Telégrafo que a estratégia do Emelec não é apenas se defender, mas também propor o jogo.

— A nossa ideia é sair a buscar o jogo também. Não acredito que unicamente nos defender, já que assim podemos nos sair mal. O que nos acomoda melhor é sair a buscar os jogos — destacou.

Gustavo Quinteros nasceu na Argentina e é naturalizado boliviano. Treinador desde 2005, tem passagens por Blooming, San Martín de San Juan-ARG, Bolívar, Oriente Petrolero e seleção da Bolívia, antes de chegar ao Emelec. Sua primeira competição à frente do Equador será a Copa América do Chile, entre junho e julho.

O Emelec já anunciou o seu novo técnico, que comandará o clube na partida contra o Inter no Equador: o argentino Omar De Felippe, que já treinou Olimpo, Quilmes e Independiente, assume a equipe no dia 15 de março — apenas três dias antes do jogo contra a equipe de Diego Aguirre.

Fonte: Diário Gaúcho

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.