Investigação sobre fraude do queijo aponta pagamentos a secretário municipal

NULL
Lucas de Campos 17 junho, 2015 Fonte:

O sercretário municipal de Agricultura de Três de Maio, Valdir Ortiz, constava na lista de despesas da Laticínios Progresso, investigada por irregularidades na produção de queijo. Foi constatado que o produto fabricado contém farinha (amido de milho) e leite rejeitado pelas indústrias – produto que deveria ser inutilizado. promotor Mauro Rockenbach comprovou o pagamento atráves de documentos apreendidos nesta terça-feira (16), na sede da empresa, durante a Operação Queijo Compensado. O material apreendido confirma que, em fevereiro de 2014, Ortiz recebeu R$ 1 mil da empresa em questão. Outros documentos estão sendo analisados para ver se o pagamento era feito periodicamente.“Ele recebia tipo prestação de serviço”, afirma o promotor.O secretário teve medida cautelar expedida contra ele, e  vai responder o inquérito em liberdade por facilitação de fraude e por ter conhecimento do processo fraudulento.O Ministério Público (MP) pediu o afastamento do cargo e das funções do secretário, enquanto a investigação está em andamento. Um fiscal de Estância Velha também foi afastado das funções.A reportagem aguarda retorno dos detidos e segue tentando contato com os advogados dos mesmos, para contraponto.Na tarde de hoje, a pedido do MP, o juiz Daniel Castro, de Três de Maio, interditou a Laticínios Progresso do município, além de um depósito localizado em Ivoti.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.