Inter vence La U por 3 a 1 no Gigante

NULL
Lucas de Campos 27 fevereiro, 2015 Fonte:

O Internacional venceu a Universidad de Chile por 3  a 1 na noite desta quinta-feira (26/2), no Beira-Rio, com gols de D’Alessandro, de pênalti, Jorge Henrique e Eduardo Sasha. O resultado alçou o Colorado à segunda posição do Grupo 4 da Copa Bridgestone Libertadores após duas rodadas. Na próxima quarta-feira (4/3), o adversário é o Emelec-EQU, novamente no Gigante.

Antes, neste domingo (1/3), tem Gre-Nal, também no Beira-Rio, pelo Gauchão. Clique aqui e veja informações sobre venda de ingressos para ambos os jogos.

> Tabela de jogos do Inter na Copa Bridgestone Libertadores

Empurrado pela massa

Atuando diante de um Beira-Rio lotado, o time de Diego Aguirre partiu para o ataque desde os primeiros movimentos da partida de estreia em casa nesta Libertadores. Logo a 1min, a bola foi colocada na área em cobrança de falta, Fabrício desviou no meio do caminho e Alan tentou a conclusão que foi abafada pelo goleiro no último momento. A La U também assustou aos 4min, em chute de Ubilla que passou por cima do gol colorado. Aos 8min, Vitinho fez a jogada pela direita e Eduardo Sasha emendou de bicicleta – a bola raspou o travessão, arrancando muitos aplausos dos torcedores.

O jogo estava eletrizante! Aos 10min, em rápido contra-ataque do time chileno, Canalles disparou uma bomba que explodiu no travessão. No rebote, Ubilla cabeceou para fora. Aos 13min, D’Alessandro aplicou o La Boba, cruzou rasteiro da direita e Sasha desviou para defesa do goleiro Herrera.

Dois pênaltis omitidos, um marcado

Aos 18min, Jorge Henrique foi atropelado na área, mas o árbitro omitiu a penalidade máxima. Aos 26min, novo erro: Vitinho foi derrubado na entrada da área e mais uma vez o pênalti não foi marcado. Aos 34min, Léo fez cruzamento fechado à meia-altura e quase surpreendeu o goleiro, que espalmou no susto para escanteio. Aos 41min, foi a vez da La U ameaçar, em chute de Rodriguez que passou sobre o travessão.

Aos 43min, finalmente o árbitro marcou novo pênalti claro cometido pela La U. Desta vez, D’Alessandro driblou o marcador e foi puxado pela caisa. Ele mesmo bateu com qualidade, colocando a bola no canto esquerdo, abrindo o placar e marcando seu segundo gol na competição. Na comemoração, D’Ale colocou a bola debaixo da camisa, simulando uma barriga de grávida, uma alusão ao terceiro filho que está a caminho.

Jorge Henrique amplia na etapa final

O Inter voltou para a etapa final valorizando a posse de bola, mas sempre buscando o segundo gol. Aos 11min, Alex entrou na vaga de Vitinho, e logo no seu primeiro lance, cruzou da esquerda para Sasha cabecear para a boa defesa do goleiro chileno. Aos 15min, Alex, mais uma vez, fez grande lançamento para Jorge Henrique, que avançou livre até concluir com precisão na saída do goleiro. 2 a 0!!! Na comemoração, Jorge Henrique chorou enquanto era abraçado por todos os companheiros.

La U desconta e Sasha marca golaço

Aos 21min, a La U descontou, com gol de Canalles. O adversário de Santiago cresceu e lançou-se ao ataque na busca pelo empate. Aos 26min, o técnico Diego Aguirre colocou o volante Nicolás Freitas no lugar de Jorge Henrique com o intuito de reforçar a marcação no meio.

A alteração surtiu efeito e o gol da tranquilidade nasceu aos 32min, quando Nilton roubou a bola no meio e tocou para Aránguiz, que fez excelente cruzamento para a área. Com muita técnica, Eduardo Sasha chutou de primeira, de perna canhota, e marcou um golaço. 3 a 1!! Depois disso, o time colorado controlou bem a partida e garantiu a importante vitória. No final do confronto, os jogadores foram ara o centro do graado saudar a torcida, que jogou junto do primeiro ao último minuto.

“Momento especial, meu filho está para nascer. Minha família toda veio ao estádio e a vitória coroou esse momento” , disse D’Alessandro.

Ficha técnica:

Internacional (3): Alisson; Léo, Alan Costa, Réver e Fabrício; Nilton, Aránguiz, Jorge Henrique (Nicolás Freitas, aos 26min do 2º tempo) e D’Alessandro (Luque, aos 44min do 2º tempo); Vitinho (Alex, aos 11min do 2º tempo) e Eduardo Sasha. Técnico: Diego Aguirre.

Universidad de Chile (1): Herrera; Magalhães, González (Martinez), Suarez e Rojas; Pereira, Espinoza, Lorenzetti e Rodriguez (Benegas); Canalles e Ubilla (Cortés). Técnico: Martín Lasarte.

Gols: D’Alessandro (I), de pênalti, aos 45min do primero tempo, Jorge Henrique (I), aos 15min do segundo tempo, Canalles (U), aos 21min do segundo tempo, Eduardo Sasha (I), aos 32min do segundo tempo.

Cartões amarelos: Pereira, Rodriguez, Espinoza, Ubilla, Magalhães (U); Léo, Fabrício (I).

Público: 35.833

Arbitragem: Vitor Carrilo, auxiliado por Sérgio Escano e Jorge Yupanqui (trio peruano).

Local: Beira-Rio.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.