Inquérito policial aponta três acusados pela morte de universitária de Horizontina, em 2013

NULL
Lucas de Campos 15 abril, 2015 Fonte:

As investigações referentes aos homicídio ocorrido em 06 de dezembro de 2013, em Horizontina, que vitimou a universitária Bibiana Canova Zarth, teve inquérito policial concluído em entregue ao Poder Judiciário. A jovem Bibiana, foi morta com disparos de arma de fogo quando chegava em sua residência, no bairro Industrial, onde morava com seus pais.Nos autos do processo, são apontados como réus uma cartomante de Três de Maio, Nadir da Roa Koscrevic, o corretor de valores de Giruá, Nolar Kruel Neto e o empresário de Horizontina,Norberto Ulmann Filho. A morte da mulher, possivelmente teria sido encomendada e teria motivos passionais e econômicos.A polícia ainda não conseguiu esclarecer que teria sido o autor dos disparos de arma de fogo naquela madrugada, quando a vítima chegava em casa de carro. A investigação foi muito trabalhosa para os policiais, que admitiram se tratar de um crime muito bem planejado, difícil de desvendar. O inquérito, é composto por centenas de páginas com depoimentos, escutas telefônicas e outras provas.O processo não tramita em segredo de justiça e pode ser conferido no site do Tribunal de Justiça do RS, sob o número 104/2.15.0000130-0.

fonte:www.paulomarquesnoticias.com

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.