Indulto natalino é tradição no Brasil, diz Marco Aurélio Mello

Ministro do STF, Marco Aurélio Mello (Foto: Nelson Jr.)
Sepé Tiaraju 26 dezembro, 2018 Fonte: Correio do Povo

No dia seguinte à notícia de que o presidente Michel Temer deve conceder o indulto natalino neste ano, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, reforçou, nesta quarta-feira, 26, que o instrumento é tradicional no País. Um dos presos que poderia se beneficiar da medida é o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, condenado na Lava Jato a mais de 12 anos de prisão. “O indulto é uma tradição no Brasil e eu não sei porque nós não concluímos o julgamento da Adin (ação direta de inconstitucionalidade) que impugnou o anterior, de 2017. Agora, precisamos pensar nas verdadeiras panelas de pressão que são as penitenciárias brasileiras”, afirmou, questionado por jornalistas na saída do velório do advogado Sigmaringa Seixas.

Na semana passada, Marco Aurélio determinou a soltura de presos após a segunda instância, alegando inconstitucionalidade. A medida poderia favorecer o ex-presidente Lula, cuja sentença foi confirmada neste ano pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A decisão do ministro surpreendeu seus colegas. Horas depois, o presidente do STF suspendeu, também monocraticamente, a liminar de Marco Aurélio. O julgamento para a análise do mérito está marcado para acontecer em 10 de abril.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 19 abril, 2019

    Procissão do Senhor Morto acontece nesta sexta-feira

    Nesta sexta-feira, 19, será realizada a tradicional Procissão do Senhor Morto. A saída será às 19 ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 19 abril, 2019

    Mais da metade dos contribuintes já declararam Imposto de Renda

    Mais da metade dos contribuintes já acertou as contas com o Leão. Até as 17h ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 18 abril, 2019

    Ex-presidente do Peru morre após dar tiro na cabeça ao ser preso

    O ex-presidente do Peru Alan García morreu hoje (17) durante cirurgia, depois de dar um ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.