Hospitais e santas casas devem reduzir atendimentos eletivos em 15% a 20%

NULL
Lucas de Campos 11 abril, 2015 Fonte:

Em um prazo de até 30 dias, os 245 hospitais beneficentes e santas casas do Estado – responsáveis por três a cada quatro internações via Sistema Único de Saúde (SUS) – devem reduzir de 15% a 20% o total de atendimentos eletivos, realizados quando não há urgência ou emergência. A medida foi definida na tarde desta sexta-feira , em assembleia da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre.A decisão é uma resposta ao fato de o governo do Estado não ter acenado com soluções para a falta de repasse de recursos. Conforme a entidade, a Secretaria Estadual de Saúde tem com as instituições hospitalares uma dívida de R$ 132,6 milhões, referente a serviços prestados em outubro de novembro de 2014. Além disso, nenhuma das parcelas mensais de R$ 25 milhões do acordo de cofinanciamento de custeio dos hospitais – em um total de R$ 300 milhões por ano – foi paga em 2015.

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.