Grohe brilha, e Grêmio segura 0 a 0 com a Ponte Preta pelo Brasileirão

Partida que abriu o returno foi realizada no Moisés Lucarelli
Lucas de Campos 23 agosto, 2015 Fonte:

Há duas maneiras de avaliar o empate sem gols entre Grêmio e Ponte Preta na manhã deste domingo (23). Para os tricolores, este 0 a 0 representa um ponto conquistado longe da Arena. Para os pontepretanos, foram dois pontos perdidos no Moisés Lucarelli. Enquanto Marcelo Grohe fez pelo menos três defesas importantes, o seu xará Lomba foi um espectador de luxo da partida que abriu o returno do Brasileirão.

Com o resultado, o clube gaúcho soma 37 pontos em 20 rodadas e ocupa, momentaneamente, a segunda colocação do Campeonato Brasileiro. O time paulista tem 27 e está na décima primeira posição.

A equipe comandada pelo técnico Roger Machado volta a entrar em campo na próxima quinta-feira (27), diante do Coritiba, pela Copa do Brasil. Na partida de ida, o Tricolor bateu o time paranense por 1 a 0, no Couto Pereira. Qualquer empate garante o clube gaúchos nas quartas de final da competição.

PRIMEIRO TEMPO

Nos primeiros 45 minutos do confronto, só deu Ponte. O goleiro Marcelo Lomba, um espectador privilegiado, se limitou a cobrar um tiro de meta, após cobrança de falta de Galhardo direto para a linha de fundo. Sonolento, o Grêmio cometeu diversas falhas defensivas e foi tímido ofensivamente.

A equipe de Campinas tomou a iniciativa na partida. Logo aos três minutos da etapa inicial, Gilson cruzou da esquerda e Felipe Azevedo completou, de primeira, obrigando Marcelo Grohe a fazer grande defesa. Aos 16, Biro Biro experimentou do meio da rua, a bola desviou no meio do caminho e se ofereceu mansa para o goleiro tricolor. Três minutos depois, a defesa gremista bateu cabeça e Felipe Azevedo completou sobre a meta.

Após um longo período sem finalizações, a Macaca voltou a pressionar o Tricolor. Em lance semelhante ao anterior, Galhardo e Grohe não se entenderam e Felipe Azevedo, aos 34, ficou com a sobra. O atacante cabeceou e o camisa um do Grêmio defendeu. Na sequência, Elton arriscou da intermediária e não levou perigo.

Galhardo, aos 37, afastou mal novamente. Rodinei ficou com a sobra e emendou de primeira, tirando tinta do poste direito. Dois minutos depois, a chance mais clara da primeira metade do confronto. Biro Biro, livre de marcação, dominou na esquerda, cortou para o meio e concluiu com estilo. A bola explodiu no travessão. A única resposta do time de Roger veio através da bola parada. Aos 45, Galhardo cobrou falta, alto demais.

Já nos acréscimos, os donos da casa somaram mais duas chances de gol. Primeiro, com Felipe Azevedo, de longa distância. Depois, com Diego Oliveira. Após falha de Erazo, o substituto de Borges arrancou em velocidade pela ponta direita e estufou as redes, mas pelo de fora. 

SEGUNDO TEMPO

A etapa complementar começou repetindo o fim do primeiro tempo. Aos quatro minutos, Felipe Azevedo, sempre ele, bateu rasteiro e Grohe caiu para abafar a conclusão do pontepretano. Aos dez, Bady cobrou escanteio e Pablo desviou de cabeça sobre o gol. Oito minutos depois, Diego Oliveira chutou lotericamente e mandou para fora.

Em nova oportunidade dos mandantes, Rodinei invadiu a área gremista, disparou cruzado e a bola explodiu na trave direita. Aos 35 minutos, Keno testou à queima roupa e Grohe salvou sobre a linha. Timidamente, o Grêmio chegou aos 37, com Braian Rodriguez em tentativa por cima da meta campinense.

Aos 40, novamente brilhou a estrela do goleiro gremista. Keno finalizou e o arqueiro impediu o gol da Macaca. Num lampejo e na chance mais clara do clube gaúcho durante os 90 minutos, Braian Rodriguez recebeu dentro da área, livre, e concluiu sobre Lomba.

FICHA TÉCNICA:

Ponte Preta 0x0 Grêmio

Local: Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

Ponte Preta: Marcelo Lomba, Rodinei, Renato Chaves, Pablo e Gilson; Fernando Bob e Elton; Felipe Azevedo, Bady e Biro Biro (Keno); Borges (Diego Oliveira). Técnico: Doriva

Grêmio: Marcelo Grohe; Galhardo, Pedro Geromel, Erazo e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon (Edinho), Giuliano, Douglas e Fernandinho (Pedro Rocha); Luan (Braian Rodríguez). Técnico: Roger Machado

Cartões amarelos: Biro Biro (PON); Marcelo Grohe (GRE)

© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.