Governo reforça importância do plebiscito aos setores produtivos

O plebiscito para privatizar ou federalizar as empresas estatais que estão com dificuldades financeiras ou para ampliar os investimentos - Sulgás, CRM (Companhia Riograndense de Mineração) e Grupo CEEE - foi o tema central de um encontro entre o governador José Ivo Sartori, uma comitiva de secretários de Estado e representantes de diversos setores produtivos do Rio Grande do Sul. A reunião foi nesta terça-feira (22), no Palácio Piratini. O governo gaúcho explicou, ponto a ponto, os motivos pelos quais defende a realização do plebiscito. O principal deles é deixar que a população decida qual cenário prefere: um Estado que invista cada vez mais em áreas essenciais, como Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e Políticas Sociais; ou um Estado que retira recursos desses setores para pagar os rombos de empresas deficitárias. O chefe da Casa Civil, Cleber Benvegnú, lembrou que o governador tenta destravar o tema na Assembleia Legislativa desde 2015, seja pedindo a retirada da exigência do plebiscito para privatizar ou federalizar as estatais (conforme exige a Constituição do Rio Grande do Sul), seja tentando autorização para realizar a consulta.
Sepé Tiaraju 22 maio, 2018 Fonte: Palácio Piratini

O plebiscito para privatizar ou federalizar as empresas estatais que estão com dificuldades financeiras ou para ampliar os investimentos – Sulgás, CRM (Companhia Riograndense de Mineração) e Grupo CEEE – foi o tema central de um encontro entre o governador José Ivo Sartori, uma comitiva de secretários de Estado e representantes de diversos setores produtivos do Rio Grande do Sul.

O governo gaúcho explicou, ponto a ponto, os motivos pelos quais defende a realização do plebiscito. O principal deles é deixar que a população decida qual cenário prefere: um Estado que invista cada vez mais em áreas essenciais, como Saúde, Educação, Segurança, Infraestrutura e Políticas Sociais; ou um Estado que retira recursos desses setores para pagar os rombos de empresas deficitárias. O chefe da Casa Civil, Cleber Benvegnú, lembrou que o governador tenta destravar o tema na Assembleia Legislativa desde 2015, seja pedindo a retirada da exigência do plebiscito para privatizar ou federalizar as estatais (conforme exige a Constituição do Rio Grande do Sul), seja tentando autorização para realizar a consulta.

Notícias Relacionadas

  • Sepé Tiaraju 14 dezembro, 2018

    Justiça de Goiás determina prisão de João de Deus

    A Secretaria de Segurança Pública de Goiás confirmou que o Tribunal de Justiça de Goiás ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 14 dezembro, 2018

    Inovação é a aposta do Estado para dobrar o PIB em dez anos

    Dobrar a taxa de crescimento do PIB gaúcho em dez anos (2018/2028), apostando na inovação ...

    Leia mais >
  • Sepé Tiaraju 14 dezembro, 2018

    Programa Mais Médicos prorroga inscrições para formados no exterior

    O Ministério da Saúde prorrogou as inscrições de brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem ...

    Leia mais >
© Copyright 2017, Todos os direitos reservados.